Sem Fernando Bob, Ponte Preta reforça marcação para partida em Minas Gerais

Wendel e Naldo devem pintar como novidades na escalação de Gilson Kleina

O Estado de S.Paulo

26 Maio 2017 | 18h38

Sem o volante e capitão Fernando Bob, negociado com o São Paulo, o técnico Gilson Kleina resolveu modificar a formação do meio de campo da Ponte Preta para o compromisso contra o Atlético Mineiro, neste domingo, às 11 horas, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Após o recreativo no período da manhã, o treinador já antecipou a escalação tendo os volantes Wendel e Naldo como novidades.

Os dois vão jogar com a obrigação de proteger o sistema defensivo, o mesmo valendo para Elton, que vai ter um pouco mais de liberdade. No mais, o time vai começar com a mesa formação utilizada diante do Botafogo, no domingo passado, no estádio do Engenhão, no Rio, na derrota por 2 a 0.

O técnico fez a opção por fechar a marcação tendo em vista que mais uma vez ele não vai contar com o meia Renato Cajá, bem como com os atacantes Emerson Sheik e Negueba, reforços para a competição e que estão fora de ritmo. Todos, porém, participaram do esquema de treinamento intensivo realizado na cidade de Itu (SP) desde a última segunda-feira. Mas não foram incluídos na delegação.

Gilson Kleina confirmou o time antes do embarque para Belo Horizonte. A Ponte Preta está escalada com Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Kadu e João Lucas; Wendel, Naldo e Elton; Lins e Lucca.

A direção só espera o comunicado oficial do Internacional para a liberação do volante Fernando Bob. Seus procuradores acertaram a sua ida para o São Paulo, por valor aproximado de R$ 3 milhões. Ele tem vínculo com o clube gaúcho, que o emprestou à Ponte Preta.

Mesmo com a opção de compra, a direção do time campineiro não teria condições de fazer o investimento. É a terceira baixa do time vice-campeão paulista, que antes tinha perdido o atacante William Pottker, para o mesmo Internacional, e o meia-atacante Clayson, que se transferiu ao Corinthians.

Mais conteúdo sobre:
Futebol futebol Ponte Preta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.