Sem Ronaldo e Vieri, Inter joga Uefa

Inter e Valencia fazem nesta quinta-feira, às 17h, em Milão, o jogo de maior destaque da rodada de ida das quartas-de-final da Copa da Uefa. O personagem da partida é o técnico da Inter, Héctor Cúper, que enfrentará a equipe que dirigiu durante dois anos e levou à final da Copa dos Campeões duas vezes ? contra Real Madrid e Bayern de Munique e em ambas perdeu. ?Não é uma partida entre Cúper e Valencia, mas sim entre Inter e Valencia. Quem vencer será sério candidato ao título. Guardo momentos maravilhosos da minha passagem pelo Valencia, mas meu presente é a Inter.? Uma coincidência marca a partida: será a primeira vez que o Valencia voltará ao Estádio San Siro depois da derrota para o Bayern. Os dois times lideram os seus respectivos campeonatos. Na Itália, a Inter tem 53 pontos (ao lado da Roma), mesmo número de pontos que tem o Valencia no Campeonato Espanhol. Cúper perdeu um jogador importante. Sentindo dores musculares, o centroavante Vieri não foi relacionado para a partida. Justo ele, a maior esperança de gols do técnico. O meia espanhol Farinós, contundido, também está fora do jogo. O ataque será formado por Ventola e Kallon. Ronaldo, apesar de convocado pelo técnico Luiz Felipe Scolari para o amisto contra a Iugoslávia, também não foi escalado para o confronto e sequer ficará no banco de reservas. O time do Valencia ainda não está confirmado para a partida. O técnico Rafael Benítez depende da liberação do departamento médico para saber se poderá contar com o meia argentino Kily González, que sente contusão no tornozelo esquerdo. Se não puder escalar o jogador, tem duas alternativas: o jovem espanhol Vicente ou o brasileiro Fábio Aurélio. Outros jogos: Hapoel e Milan; PSV e Feyenoord; Liberec e Borussia Dortmund.

Agencia Estado,

14 Março 2002 | 09h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.