Smicer sofre contratura e pode desfalcar a República Checa

O meia Vladimir Smicer, uma das principais estrelas da seleção da República Checa, pode ficar de fora da Copa do Mundo por causa de uma contratura muscular na coxa sofrida no treino desta terça-feira, em Seefeld, na Áustria. Smicer foi levado ao hospital em Innsbruck e passou por exames, e depois voltou para a concentração. A informação foi divulgada apenas nesta quarta-feira pelo porta-voz da equipe, Lucas Tucek. À imprensa do país, o técnico Karel Bruckner disse que vai esperar até a chegada à Alemanha para tomar uma decisão. Smicer, que joga no Bordeaux e completa 33 anos nesta quarta-feira, não joga com freqüência desde fevereiro, quando sofreu uma ruptura muscular na coxa. Ele não joga na sexta-feira, quando os checos enfrentam a Arábia Saudita, em Innsbruck. No dia 30, o time volta a seu país para enfrentar a Costa Rica, em Jablonec, e faz o último amistoso no dia 3 de junho, em Praga, contra Trinidad e Tobago. A estréia da República Checa na Copa será no dia 12 de junho, em Gelsenkirchen, contra os Estados Unidos. Bruckner tem até a véspera da partida para fazer alterações na lista entregue à Fifa, na qual Smicer está inscrito com a camisa 7. As principais opções são jogadores que atuam na Escócia: Libor Sionko, do Rangers, e Rudolf Skacel, do Hearts.

Agencia Estado,

24 Maio 2006 | 12h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.