Matilde Campodonico/AP
Matilde Campodonico/AP

Sport perde do Danubio, mas Magrão garante vaga nos pênaltis pela Sul-Americana

Goleiro foi decisivo para o time brasileiro avança

Estadão Conteúdo

12 Maio 2017 | 00h10

O Sport sofreu mais do que o esperado para se classificar à segunda fase da Copa Sul-Americana nesta quinta-feira, no estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai. Depois de perder para o Danubio por 3 a 0 no tempo normal, o time brasileiro contou com duas defesas do goleiro Magrão em quatro cobranças para vencer nos pênaltis por 4 a 2. Elton Felipe, Raul Prata, Fabrício e André converteram para os pernambucanos.

No Recife, o Sport havia vencido por 3 a 0 e por isso o técnico Ney Franco poupou alguns titulares. Mas o Danubio dominou o jogo e devolveu o placar. O adversário rubro-negro na segunda fase será conhecido após um sorteio a ser realizado pela Conmebol ainda sem data marcada.

Agora, o Sport volta as suas atenções para a estreia no Campeonato Brasileiro, neste domingo, contra a Ponte Preta, às 16 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

A vantagem conquistada pelo Sport na partida de ida praticamente acabou nos primeiros 45 minutos. Aos 14, Zarfino finalizou na trave e a bola voltou em cima de Jonathan dos Santos, que dominou e estufou as redes. Oito minutos depois, o árbitro marcou um pênalti de Matheus Ferraz em Jonathan dos Santos. Olaza soltou a bomba e ampliou. O time pernambucano quase marcou em cabeçada de Rodrigo, enquanto que os uruguaios criaram outras duas chances claras.

Apesar de Ney Franco ter voltado do intervalo com duas alterações, o Sport continuou perdido em campo e viu o Danubio fazer o terceiro aos 10 minutos. Oswaldo Henríquez, que entrou no lugar de Matheus Ferraz, derrubou Arroyo dentro da área e Olaza converteu o pênalti com categoria.

O time uruguaio ainda teve um gol anulado e um jogador expulso, enquanto que os brasileiros terminaram com 10 porque o lateral-esquerdo chileno Mena sentiu lesão e as três alterações já haviam sido feitas. Nos minutos finais, os dois times administraram e levaram a decisão para os pênaltis, vencida pelo Sport por 4 a 2.

OUTROS JOGOS - Mais dois classificados foram definidos nesta quinta-feira. Em Caracas, na capital da Venezuela, o Cerro Porteño derrotou o Caracas por 2 a 1 e avançou depois de ter empatado na ida, em Assunção, no Paraguai, por 1 a 1. Na Argentina, o Arsenal goleou o Juan Aurich, do Peru, por 6 a 1 e confirmou a vaga depois da vitória na ida por 2 a 0.

Assim, Sport, Cerro Porteño e Arsenal se juntam a mais oito clubes que já passaram para a segunda fase. São eles: Corinthians, Fluminense, Ponte Preta, Defensa y Justicia, Nacional (Bolívia), Deportivo Cali (Colômbia), Nacional (Paraguai) e Palestino (Chile).

Os outros 11 confrontos serão definidos nas próximas três semanas. Aos 22 classificados desta primeira fase se juntarão o Olimpia, do Paraguai, e o Junior Barranquila, da Colômbia, por terem sido os melhores eliminados da terceira fase da Copa Libertadores e os oito times que forem terceiros de seus grupos na principal competição do continente.

Mais conteúdo sobre:
futebol Copa Sul-Americana Sport

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.