Sport quer união entre elenco e torcida para espantar má fase e superar o Grêmio

Equipe vem de derrota na final da Copa do Nordeste e demissão do técnico Ney Franco

Estadão Conteúdo

28 Maio 2017 | 08h34

Derrota na final da Copa do Nordeste, demissão do técnico Ney Franco e uma equipe muito pressionada por bons resultados. Não bastassem tais dificuldades, o Sport ainda encara neste domingo o líder Grêmio, às 18 horas, no estádio da Ilha do Retiro, no Recife, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Com apenas um ponto somado em duas partidas, o que o deixou na 18.ª posição, o Sport precisa superar todos esses desafios para vencer e deixar a zona de rebaixamento. Algo que só será possível, na avaliação do técnico interino Daniel Paulista, se houver uma união entre direção, elenco e torcedores.

"Lógico que todos estamos chateados. Mas eu vejo que o momento agora não é de ficar lamentando. Temos jogos difíceis pela frente e precisamos unir as forças. Jogadores, diretoria e o nosso torcedor. Sei que é difícil para os torcedores, que sempre nos apoiaram, mas agora precisamos mais uma vez deles. Esperamos conquistar a primeira vitória no Brasileiro", destacou o treinador.

Há, no entanto, ao menos uma boa notícia para o torcedor do Sport: recém-contratado do Internacional, o volante Anselmo já foi regularizado, ganhou a vaga de Fabrício e começará como titular. Com Samuel Xavier lesionado e Raul Prata possivelmente fora, por sua vez, Ronaldo deve iniciar na lateral direita.

Mais conteúdo sobre:
Campeonato Brasileiro futebol Sport

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.