Sporting exige a presença de Jardel

O Sporting de Lisboa exigiu que o atacante Jardel se apresente nesta segunda-feira para realizar exames médicos e confirmar sua depressão, que o levou a ser internado numa clínica na semana passada. O clube português parece não estar acreditando muito na história do brasileiro, que disse não ter mais condições de continuar jogando futebol depois da separação de sua esposa, Karen Ribeiro. Segundo pessoas próximas ao jogador, ele está numa clínica próxima a Lisboa desde a última sexta-feira e não poderá atender o chamado do clube, pois está sendo sedado pelos médicos. Do outro lado, alguns diretores do Sporting já falam em punição a Jardel, por não acatar as recomendações do clube. O caso todo começou no último dia 26, um dia depois da volta aos treinos após as férias, quando Jardel convocou uma entrevista coletiva e, sem avisar o clube, pediu para deixar o Sporting, por causa dos seus problemas familiares. E ganhou novos contornos na sexta-feira, quando representantes do jogador anunciaram que ele estava internado para fazer tratamento psicológico.

Agencia Estado,

12 Agosto 2002 | 11h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.