1. Usuário
Assine o Estadão
assine


STJD exclui Icasa da Série B do Brasileirão e aplica multa ao clube

Ronald Lincoln Jr. - O Estado de S. Paulo

29 Agosto 2014 | 17h 33

Na tentativa de recuperar a vaga na série A, time apelou para justiça comum antes de encerrar as instâncias do tribunal desportivo

Após polêmica tentativa de ingressar na Série A do Campeonato Brasileiro por intermédio da Justiça Comum, o Icasa acabou excluído da Série B. A 4ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva realizou um julgamento na tarde desta quarta-feira, no qual, por 3 votos a 1, resolveu punir o clube cearense com a exclusão e com uma multa de R$ 50 mil. Na mesma sessão, o Botafogo-PB também foi excluído da Série C por praticar a mesma infração.

O Icasa já anunciou que vai tentar recorrer da punição e ainda tentar um efeito suspensivo para poder jogar contra a Ponte Preta, na próxima sexta-feira, pela 20.ª rodada.

O Icasa terminou a disputa da Série B de 2013 na quinta colocação, imediatamente atrás do Figueirense. Depois do término do campeonato, o time do Ceará descobriu a escalação irregular de Luan, do time catarinense, na partida contra o América-MG, no dia 28/05/2013. Para tentar assumir a vaga do rival na elite do futebol, o clube cearense fez uma denuncia junto ao STJD.

No entanto, o caso foi arquivado. A CBF justificou que a irregularidade ocorreu por causa de um suposto erro do sistema de informações da própria entidade. Inconformado, o time cearense apelou para a Justiça Comum antes de encerrar as instâncias do STJD, o que é passível de exclusão.

O Botafogo-PB, por sua vez, entrou na Justiça Comum para tentar suspender uma decisão do STJD, que interditava o estádio Almeidão para a partida contra o Sport, agendada para o dia 26 de janeiro deste ano, e transferia o compromisso para o dia seguinte em outro estádio. Por isso, também foi punido.