Ivan Storti|Santos FC
Ivan Storti|Santos FC

Suspensão de Thiago Maia abre espaço para Leandro Donizete ter chance no Santos

Experiente volante tem sido reserva desde que chegou à Vila Belmiro, no início deste ano

Leandro Silveira, Estadão Conteúdo

07 Maio 2017 | 09h26

Reserva imediato dos volantes do Santos, Leandro Donizete deve receber uma chance como titular da equipe em breve. O experiente jogador, de 34 anos, é a principal opção do técnico Dorival Júnior para substituir Thiago Maia no duelo com o The Strongest, em 17 de maio, pela quinta rodada do Grupo 2 da Copa Libertadores, quando a equipe pode sacramentar a sua classificação às oitavas de final.

Na última quinta-feira, na vitória do Santos por 3 a 2 sobre o Independiente Santa Fe, Thiago Maia recebeu o terceiro cartão amarelo e precisará cumprir suspensão automática em La Paz. Será mais uma oportunidade para Leandro Donizete tentar conquistar seu espaço no time e diminuir a desconfiança do torcedor.

Thiago Maia e Renato formam há algum tempo uma dupla considerada titular absoluta no meio-de-campo santista. E a chegada de Leandro Donizete não alterou o status de ambos em 2017, tanto que ele só ganhou oportunidades na equipe titular quando Dorival poupou jogadores ou quando um deles estava lesionado.

São, até agora, nove jogos disputados por Leandro Donizete com a camisa do Santos. E o volante só atuou por cerca de oito minutos na Libertadores, entrando em campo nos instantes finais dos duelos com o Santa Fe, na Colômbia, e o The Strongest, na Vila Belmiro. Além disso, sua última partida como titular foi em 12 de março, na goleada por 4 a 1 sobre o São Bernardo, quando Dorival poupou os titulares.

Até por essa falta de oportunidades, Leandro Donizete pode receber uma nova chance no Santos antes mesmo do próximo compromisso da equipe na Libertadores. Até lá, o time vai encarar o Paysandu, na próxima quarta-feira, em Belém, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, e também duelará com o Fluminense em 14 de maio, no Maracanã, em sua estreia no Campeonato Brasileiro.

Foi assim, por exemplo, com Matheus Ribeiro, lateral que ganhou uma chance no jogo de ida contra o Paysandu pela Copa do Brasil, antes do compromisso da equipe com o Santa Fe pela Libertadores, para o qual Dorival já sabia de antemão que não contaria com Zeca, lesionado, e Jean Mota, suspenso.

Agora, portanto, Leandro Donizete terá o difícil desafio de tentar seguir os passos do atacante Bruno Henrique, único dos reforços que chegaram ao time para a temporada 2017 que conseguiu conquistar a titularidade no Santos. Dorival, porém, minimiza a situação e garante que os reforços começam a conquistar seu espaço na equipe.

"Queria uma consistência do elenco e temos isso agora. Vocês viram isso com a entrada do Copete, do Hernández e do Cleber, como eles mantiveram e até melhoraram a postura do time. O Leandro vai ter a sua oportunidade em um momento oportuno. Já entrou em alguns jogos, vem evoluindo. Hoje os jogadores estão mais adaptados ao nosso estilo de jogo", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.