1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Técnico da França minimiza ausência de hino na estreia

Rene Moreira - Agência Estado

16 Junho 2014 | 18h 19

Didier Deschamps ainda elogiou o novo sistema eletrônico que permite verificar se a bola realmente ultrapassou a linha do gol

Um dia após a estreia da França na Copa do Mundo, o técnico Didier Deschamps minimizou o problema com a execução dos hinos na partida contra Honduras, domingo, no beira-rio. Sem explicações, as duas seleções ficaram sem hino quando estavam perfiladas antes do início da partida.

Deschamps, contudo, não se incomodou com este problema inesperado. Para ele, os atletas e os torcedores franceses que estavam no estádio supriram a falha e cantaram por conta própria. "Foi ótimo", disse.

Ele também elogiou o uso pela primeira vez em Copa do sistema eletrônico que permite saber se a bola ultrapassou a linha do gol. "A tecnologia está aí para isso, para ajudar. Ela não se engana", defendeu.

AFP PHOTO/ FRANCK FIFE
Técnico francês diz que foi "otimo" torcida cantar o hino por si própria

A França retornou ao Estádio Santa Cruz na tarde desta segunda, mas em um treino que teria a participação apenas dos reservas e que foi aberto somente por 15 minutos à imprensa. Após vencer na estreia, o time lidera o Grupo E e volta a jogar na próxima sexta-feira, contra a Suíça.

Copa 2014