1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Futebol Internacional

Técnico deixa Maccabi Tel-Aviv por razões de segurança

Estadão Conteúdo

26 Agosto 2014 | 10h 48

Comandante encerra sua segunda passagem pelo Maccabi devido ao conflito em Gaza. Pako Ayestaran, outro espanhol, assume

O técnico Oscar Garcia deixou nesta terça-feira o comando do Maccabi Tel-Aviv, com o clube dizendo que foi por causa da "atual situação de segurança" de Israel. A equipe disse que Garcia, ex-meia do Barcelona, será substituído por Pako Ayestaran, outro espanhol. Ayestaran foi assistente técnico no Liverpool e Valencia quando esses times eram dirigidos por Rafa Benítez.

Garcia, que trabalhou como técnico nas divisões de base do Barcelona, iniciou a sua segunda passagem pelo Maccabi Tel-Aviv em junho. Ele havia treinado o clube na temporada 2012/2013, sendo campeão nacional antes de assumir o Brighton, da Inglaterra.

Israel está na oitava semana de uma campanha militar na Faixa de Gaza. Essas ações estão sendo acompanhadas pelo disparo de centenas de foguetes por militantes islâmicos do Hamas em direção ao país, incluindo alguns em Tel-Aviv.

"Você não pode agir como se nada estivesse acontecendo", disse Jordi Cruyjff, o diretor esportivo do Maccabi, ex-jogador do Barcelona e filho do craque Johan Cruyjff. "Jogos estão sendo cancelados, a seleção tem que jogar no exterior, todas as equipes israelenses tiveram que jogar fora de Israel", lembrou.

O esporte israelense está sendo significativamente afetado pelo conflito em Gaza. A temporada de futebol local, prevista para começar no último fim de semana, foi adiada. A estreia da seleção de Israel nas Eliminatórias para a Eurocopa de 2016, diante da Bélgica, que estava prevista para ser jogada em Jerusalém no dia 9 de setembro, ou será marcada para outro país ou adiada.

Além disso, o playoff da Copa Davis de Israel contra a Argentina, que seria jogado em Ramat Hasharon, entre os dias 12 e 14 de setembro, foi transferido para Sunrise, na Flórida, nos Estados Unidos.

Futebol Internacional