Paul Ellis/AFP
Paul Ellis/AFP

Técnico do Chelsea evita falar de possível saída de Diego Costa: 'Não sei nada'

Atacante teria uma proposta do chinês Tianjin Quanjian para ganhar R$ 2,54 milhões por semana

Estadao Conteudo

05 Maio 2017 | 13h26

O técnico do Chelsea, Antonio Conte, disse que não tem informações sobre a possível venda de Diego Costa para o futebol chinês. "Não sei nada sobre isso. O importante é que todos estejam concentrados no presente", afirmou o treinador, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

Rumores sobre a possível transação do brasileiro naturalizado espanhol para o Tianjin Quanjian ganharam força nos últimos dias depois que uma rádio espanhola informou que Jorge Mendes, empresário do jogador, já teria assinado um pré-contrato com o clube chinês. "Não estou preocupado com isso", ressaltou Conte, para depois reforçar: "Vejo meus jogadores todos os dias e percebo que estão concentrados e focados (nos desafios finais desta temporada)".

Na última quinta-feira, um jornal inglês informou que o clube da China estaria disposto a pagar um salário de cerca de R$ 2,54 milhões (aproximadamente 620 mil libras) por semana a Diego Costa. De acordo com a publicação, o Chelsea receberia R$ 307 milhões (75 milhões de libras) pelo jogador.

Líder do Campeonato Inglês, o Chelsea recebe no Stamford Bridge na próxima segunda-feira, às 16 horas (de Brasília), o vice-lanterna Middlesbrough, para dar novo passo rumo ao título nacional. Conte prevê um jogo difícil. "É importante ganhar, mas sabemos que não vai ser fácil porque eles estão lutando contra o rebaixamento", disse o técnico.

A quatro partidas do final do torneio, o Chelsea soma 81 pontos, quatro a mais que o o Tottenham, segundo colocado, que joga nesta sexta-feira contra o West Ham, às 16 horas, no Estádio Olímpico de Londres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.