1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Técnico francês exalta atuação 'fantástica' do atacante Benzema

Agência Estado

15 Junho 2014 | 20h 48

Deschamps salientou, porém, que, no geral, houve um espírito de equipe decisivo na vitória por 3 a 0 sobre a seleção hondurenha

O técnico da França, Didier Deschamps, ficou muito feliz pela vitória de sua equipe neste domingo contra a seleção de Honduras e exaltou a atuação do atacante Karim Benzema, que marcou dois gols na vitória francesa por 3 a 0. "Karim foi fantástico. Ele marcou e foi decisivo", disse o treinador, em entrevista coletiva à imprensa em Porto Alegre.

Deschamps salientou, porém, que, no geral, houve um espírito de equipe decisivo. "Escolhemos muito bem, de acordo com os adversários. Eu queria uma linha ofensiva móvel e rápida. Karim, Mathieu e Antoine a fizeram muito bem", afirmou. "Os três foram muito bem e fantásticos e desestabilizaram a outra equipe", avaliou.

Benzema também comemorou a vitória e lembrou da importância da estreia. "É a minha primeira Copa do Mundo e acho que estamos todos satisfeitos com o resultado", destacou. "Era importante vencer este jogo", acrescentou.

Para Deschamps, o começo da França foi positivo, já que uma vitória na estreia era muito importante. "Jogamos contra Honduras. Eles jogaram bem, defenderam bastante e com força, até conseguirmos fazer com que se abrissem no fim da primeira etapa", disse o técnico, para quem os franceses poderiam ter feito mais gols na partida.

Benzema dá show e França bate Honduras
Mohammed Messara/EFE

Sem o craque Ribéry, cortado da Copa, a França estreou batendo Honduras por 3 a 0, com participação de Benzema nos três gols.

O treinador da França também falou sobre o segundo gol de sua equipe, que necessitou do uso da tecnologia do chip da bola para ser confirmado, já que a bola ultrapassou por apenas alguns centímetros a linha. "Me pareceu muito positivo porque o gol vale", opinou, lembrando que o técnico adversário ficou irritado. "O árbitro recebeu o sinal. O telão mostrou uma imagem que não correspondia ao gol. Correspondia quando a bola tocou o poste. Depois, quando o goleiro tocou nela, apareceu a imagem da bola ultrapassando", continuou.

Deschamps ainda comentou sobre a substituição do meia Pogba, que havia recebido um cartão amarelo na primeira etapa. "Pogba recebeu uma falta grave e eu não o vi muito bem. Houve uma reação de sua parte que não teve consequências, mas que poderia ter", afirmou o técnico. "No intervalo, eu disse para ele ter cuidado, porque tinha cartão", informou, complementando fez o mesmo com os outros jogadores que tinha recebido o cartão amarelo.

O treinador francês também avaliou o ânimo dos componentes da equipe. "Meus jogadores estão felizes, mas com moderação. Eles têm conhecimento que responderam bem a este primeiro encontro, mas não há euforia", analisou. "É a primeira partida e os jogadores sabem que têm um longo caminho pela frente", considerou.

Copa 2014