Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Time de Felipão é punido por espionar rival antes de final

Futebol

Thomas Peter|Reuters

Time de Felipão é punido por espionar rival antes de final

Clube terá de pagar multa de R$ 640 mil

0

Estadão Conteúdo

03 Fevereiro 2016 | 11h18

Vencedor da última edição da Liga dos Campeões da Ásia, o Guangzhou Evergrande, dirigido pelo técnico brasileiro Luiz Felipe Scolari, foi multado por filmar secretamente um treinamento do seu adversário antes do segundo jogo da final.

O Evergrande terá que pagar US$ 160 mil (aproximadamente R$ 640 mil) por várias violações das regras em torno do jogo de volta na China contra o Al Ahli, dos Emirados Árabes Unidos, em novembro passado, anunciou nesta quarta-feira a Confederação Asiática de Futebol (AFC, na sigla em inglês).

Além disso, o Evergrande vai ter que disputar o seu primeiro jogo da fase de grupos da competição deste ano em um estádio vazio. A Associação Chinesa de Futebol também foi multada pela US$ 10 mil (R$ 40 mil) pela confederação.

A entidade explicou que parte da punição se deu pela "má conduta (filmar o treino fechado oficial da equipe visitante)" por um funcionário do Evergrande na véspera do segundo jogo da final.

O Evergrande venceu a partida por 1 a 0 e assegurou o título asiático. A entidade não identificou o funcionário que realizou a espionagem do Al Ahli. Além de Felipão, o time conta na sua comissão com outros brasileiros, como os auxiliares Ivo Wortmann e Murtosa.

A multa também foi aplicada pela realização de uma "não autorizada cerimônia pós-jogo, infringindo os direitos comerciais dos patrocinadores da AFC".

Após vencer a Liga dos Campeões da Ásia, o Evergrande disputou o Mundial de Clubes e ficou na quarta colocação. O time chinês também conta no seu elenco com os brasileiros Ricardo Goulart e Paulinho e contratou na última terça-feira o atacante colombiano Jackson Martinez, junto ao Atlético de Madrid, por 42 milhões de euros (R$ 183 milhões).

Comentários