Assine o Estadão
assine

Esportes

Futebol

Torcidas de Palmeiras e Rosario fazem festa juntas antes da partida

Seguidores dos times travam desafio de músicas fora do estádio

0

Daniel Batista,
O Estado de S. Paulo

03 Março 2016 | 20h00

Nem mesmo a forte chuva que caiu nos arredores do Allianz Parque fez com que os torcedores do Rosário Ceentral deixassem de fazer uma grande festa antes da partida contra o Palmeiras, nesta quinta-feira, pela Copa Libertadores. E boa parte da diversão, contou com a presença de palmeirenses, que antes da bola rolar fizeram um divertido desafio com os visitantes.

Enquanto esperavam para entrar no estádio, os argentinos foram recebidos por alguns palmeirenses no setor destinado aos visitantes. Com a camisa da torcida organizada Pork’s, os anfitriões esbanjaram bom humor e os torcedores combinaram de cada um ensinar cânticos diferentes para o outro. Juntos, pularam e cantaram várias músicas conhecidas entre os fãs das equipes.

Existiam, como sempre, alguns fãs mais exaltados que não gostaram, por exemplo, das brincadeiras entre as torcidas, mas rapidamente foram contidos pela maioria. Foram disponibilizados 1.700 ingressos para os argentinos e a expectativa é que cerca de 3 mil deixassem a Argentina para acompanhar o jogo na arena. Entretanto, até pouco antes da bola rolar, ainda existia ingressos à venda para torcedores do Rosario, que chegaram de formas distintas. 

Uma parte veio de avião, mas a maioria encarou 40 horas de viagem em dez ônibus só para acompanhar a partida. Pela manhã, eles já estavam reunidos na frente da entrada para os visitantes. Por segurança, o início da venda de ingressos, que seria às 17h, passou para as 14h.

Alguns atletas de outros esportes do Palmeiras, que moram em um prédio ao lado da entrada dos visitantes, também brincaram com os rivais, mostrando a bandeira do Palmeiras e soltando alguns xingamentos, respondidos pelos argentinos, que logo em seguida passaram a cantar as tradicionais músicas do Rosário Central.

Por volta das 17 horas, os argentinos já puderam entrar no estádio e se acomodarem. Embora faltassem cerca de cinco horas para a bola rolar, eles já começam seus tradicionais cânticos. Como o estádio estava vazio, o som ecoava e eles se divertiam. 

O estádio, como combinado com a Conmebol, estava com as placas onde apareciam o nome Allianz Parque cobertos com uma outra placa, onde era exibido apenas o símbolo da arena. Entretanto, nos setores mais altos do estádio, onde a TV, teoricamente, não consegue mostrar os anúncios continuavam expostos normalmente.

Comentários