Torcedores invadem e treino do Brasil acaba em confusão

Acabou em confusão o treino da seleção brasileira na tarde desta sexta-feira, em Weggis, na Suíça. Alguns torcedores invadiram o campo para tentar chegar perto dos jogadores, mas a segurança agiu rápido e não houve maiores conseqüências. As invasões aconteceram já no final do treino, quando os jogadores estavam no centro do gramado, fazendo alongamentos. Tudo começou quando a torcedora brasileira Sheila Soares, que escapou da forte segurança no Estádio de Weggis e conseguiu abraçar Ronaldinho Gaúcho. Depois disso, outros torcedores criaram coragem para invadir o campo, mas a segurança foi eficiente, evitando que eles chegassem perto dos jogadores. Enquanto isso, os jogadores encararam tudo com muito bom humor, felizes com mais uma demonstração de carinho dos torcedores que acompanham a seleção em Weggis. Foi mais um episódio do clima de festa que tem sido a preparação brasileira para a Copa do Mundo da Alemanha. Trabalho Antes da confusão, o técnico Carlos Alberto Parreira comandou um treino tático. Ele armou o time titular do mesmo jeito que deve começar a Copa, com Dida; Cafu, Lúcio, Juan e Roberto Carlos; Emerson, Zé Roberto, Kaká e Ronaldinho Gaúcho; Adriano e Ronaldo. Assim, os titulares enfrentaram os reservas no treino tático, que foi paralisado seguidas vezes por Parreira para organizar o time em campo e acertar o posicionamento das jogadas.

Agencia Estado,

26 Maio 2006 | 13h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.