1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Torcedores 'não entenderam' como ocorreria a venda

Jamil Chade - O Estado de S.Paulo

05 Junho 2014 | 09h 39

Fifa se defende após problemas na aquisição do último lote de ingressos da Copa, diretor não acredita em novas negociações

A Fifa considera que parte dos torcedores brasileiros "não entenderam" a mensagem que a entidade passou sobre a venda de ingressos ontem e por isso a frustração de muitos foi grande. Em declarações ao Estado, o diretor de Marketing da Fifa, Thierry Weil, explicou que a lógica da entidade era a de abrir a venda online antes dos centros de distribuição, justamente para evitar filas ainda maiores e uma confusão ainda maior.

"Nossa mensagem passada para a imprensa não foi entendida pelos torcedores", declarou. "Abrimos a venda online justamente para dar mais chance e para que as pessoas entendessem que o melhor seria comprar pela Internet", declarou. "Se não tivéssemos feito isso, a frustração teria sido ainda maior", insistiu.

Na quarta-feira, a Fifa colocou à venda cerca de 180 mil entradas. Em poucos minutos, tudo o que existia para a abertura e para o encerramento se esgotou na Internet. Quando as pessoas chegaram aos locais de vendas nas diferentes sedes, horas depois da venda online, a frustração foi grande.

Danilo Borges/Divulgação
Diretor de Marketing da Fifa, Thierry Weil, não sabe valor total arrecadado com ingressos

Weil indicou ao Estado que não se prevê novas aberturas de vendas como a de ontem. "Não deve haver mais nada", explicou. Os únicos ingressos que ainda estariam disponíveis seriam de casos em que a Fifa, ao tentar cobrar o valor da venda de uma entrada, se deparou com uma situação em que o dinheiro não foi liberado ou que o cartão de crédito usado não tinha fundos.

O diretor da Fifa afirma que ainda não sabe o valor global da arrecadação com ingressos na Copa do Mundo. Mas a entidade estima que a procura bateu todos os recordes.

Copa 2014