Ciro Campos/Estadão
Ciro Campos/Estadão

Torcida do São Paulo quebra cadeiras na Arena Corinthians

Atitude dos torcedores são-paulinos após derrota no clássico é mais um capítulo de casos de vandalismo nos estádios na capital paulista

Ciro Campos, Gonçalo Junior e Raphael Ramos, O Estado de S. Paulo

19 Fevereiro 2015 | 07h17

A torcida do São Paulo quebrou cerca de 40 cadeiras do estádio do Corinthians depois da derrota do time por 2 a 0 nesta quarta, pela Libertadores. Depois do jogo, o Estado visitou o setor onde os tricolores acompanharam a partida e notou assentos quebrados e outros partidos na parte sul do Itaquerão.

O vandalismo da torcida visitantes tem sido comum nos estádios paulistas. No ano passado, também no Itaquerão, os palmeirenses depredaram cadeiras no clássico realizado em julho de 2014 pelo Brasileirão. Neste mês, já pelo Paulista, foi a vez da torcida do Corinthians provocar estrago no clássico no Allianz Parque.

Os são-paulinos deixaram o estádio por volta de uma hora depois do apito final. A medida foi adotada por questão de segurança e os cerca de 1,6 mil tricolores se dirigiram ao portão escoltados pela Polícia Militar.

A saída deles foi silêncio e sem confusão e durou aproximadamente cinco minutos. O grupo embarcou em cerca de 60 ônibus pagos pela diretoria do São Paulo. O comboio seguiu até a região central da cidade, no Largo do Paissandu.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.