Ettote Ferrari|EFE
Ettote Ferrari|EFE

Totti anuncia que se despedirá da Roma no domingo, mas evita revelar seu futuro

Capitão e ídolo da equipe acumula 785 jogos disputados e 307 gols marcados desde 1993

Estadão Conteúdo

25 Maio 2017 | 10h22

A histórica passagem de Francesco Totti pela Roma chegará ao fim no próximo domingo. Nesta quinta-feira, através das redes sociais, o histórico jogador anunciou que a partida contra o Genoa, pela rodada final do Campeonato Italiano, será a sua ultima com a camisa do clube.

Em seu breve comunicado, Totti não deixa claro se a despedida da Roma também representará a sua aposentadoria dos gramados ou dá detalhes do seu futuro. Mas certo mesmo é que a sua história como jogador do time, iniciada ainda nas divisões de base, em 1989, vai chegar ao fim.

"Roma x Genoa, domingo, 28 de maio de 2017, a última vez em que eu posso vestir a camisa do Roma. É impossível expressar em poucas palavras tudo o que essas cores representaram, representam e representarão para mim. Sempre", escreveu Totti.

Totti, hoje, com 40 anos, entrou em campo pela primeira vez pela Roma em 28 de março de 1993, quando tinha apenas 16 anos e 28 dias. Desde então, vem acumulando recordes, marcas e conquistas que o transformaram em um dos maiores nomes da história do clube, especialmente por sua fidelidade ao time italiano.

São 785 jogos disputados pela Roma, com 307 gols marcados, sendo recordista com ambas as marcas pela equipe. Além disso, Totti, que venceu a Copa do Mundo de 2006 pela Itália, faturou um título do Campeonato Italiano (2000/2001), dois da Copa da Itália (2006/2007) e dois da Supercopa da Itália (2001 e 2007) pelo time.

Nesta temporada, porém, Totti pouco vinha sendo aproveitado na Roma. Ele participou de apenas 17 das 37 partidas do clube no Campeonato Italiano, com dois gols marcados, sendo titular apenas uma vez.

Agora, no próximo domingo, no Estádio Olímpico, se despedirá do torcedor que o idolatra em uma partida importante para a Roma, que ocupa o segundo lugar no Campeonato Italiano, com um ponto de vantagem para o Napoli, e precisa manter essa posição para entrar na fase de grupos da próxima edição da Liga dos Campeões da Europa.

Anteriormente, dirigentes da Roma haviam declarado que Totti iria se aposentar do futebol ao fim da temporada, passando a trabalhar na gestão do clube. Mas em seu comunicado, o jogador não deu qualquer indicação de qual será o seu destino.

"Eu apenas sinto que o meu amor pelo futebol não passa: é uma paixão, minha paixão. É tão profunda que eu não posso pensar em parar de me alimentar dela. Nunca. A partir de segunda-feira, eu estou pronto para ir. Eu estou pronto para um novo desafio", escreveu Totti, um dos maiores nomes da história recente do futebol italiano.

Mais conteúdo sobre:
Futebol Internacional futebol Roma Totti

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.