1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Tradição estimula França na estreia contra Honduras

AE - Agência Estado

15 Junho 2014 | 07h 33

Se a tradição for mantida, a seleção francesa tem grandes possibilidades de iniciar neste domingo, às 16 horas, no Beira-Rio, em Porto Alegre, diante de Honduras, seu caminho a mais uma final de Copa do Mundo. O duelo é válido pelo Grupo E. Os torcedores mais supersticiosos lembram que os "Blues" foram campeões em 1998, diante da seleção brasileira, mas caíram ainda na primeira fase no Mundial de 2002. Quatro anos mais tarde, nova presença na decisão, com derrota nos pênaltis para a Itália. Na África do Sul, em 2010, nova decepção e eliminação na fase de grupos, som nenhuma vitória conquistada.Mas, ao contrário dos dois desempenhos vitoriosos, o time do técnico Didier Deschamps não conta com um craque na equipe do nível de Michel Platini ou Zinedine Zidane. Pior: viu Franck Ribéry, seu jogador mais talentoso, ser cortado por lesão, na semana passada.O volante Blaise Matuidi, que atua no Paris Saint-Germain, garante que o grupo está com "fome" para obter um grande resultado em gramados brasileiros. "É claro que temos muita ambição, mas continuamos humildes. As coisas podem acontecer muito rapidamente no futebol", disse Matuidi. "Nós não estamos empolgados. Estamos com os pés no chãos, mas sabedores que temos uma boa equipe e podemos fazer algo nesta Copa."31 GOLS EM 9 JOGOS - A França ganhou moral depois de virar uma desvantagem por 2 a 0 sobre a Ucrânia no mata-mata das Eliminatórias Europeias. O triunfo por 3 a 0 deu ânimo para os torcedores, o que foi transmitido para o elenco. Nos últimos nove jogos, a equipe marcou 31 gols, com direito a uma goleada histórica sobre a Jamaica por 8 a 0.

O atacante Karim Benzema parece estar em forma suprema depois de uma temporada de sucesso na Liga dos Campeões, competição na qual venceu com a camisa do Real Madrid. Benzema marcou duas vezes e criou outros três na goleada contra a Jamaica. "Benzema está no auge de sua forma e tenho certeza de que ele será muito importante para a nossa equipe em todos os jogos do Mundial", disse Deschamps.

Com tanta motivação, os franceses prometem atacar Honduras o tempo todo, mas com cuidado. "Precisamos ter equilíbrio. O nosso adversário vai jogar no contra-ataque e possui jogadores de muito boa técnica. É o caso de Wilson Palacios, que já atuou por times grandes da Europa", disse Matuidi, referindo-se ao meia que jogou pelo Tottenham, da Inglatarra, e atualmente está no Stoke City.

No empate sem gols contra os ingleses, em recente amistoso, Honduras também mostrou que sabe marcar com bastante força. "Acompanhamos seus amistosos e estamos preparados fisicamente para aguentar o ritmo do jogo", disse Matuidi.

Deschamps passou a semana de preparação em Ribeirão Preto alertando para o fato de que a arbitragem terá a função de coibir a violência. Os hondurenhos chegam animados, afinal obtiveram uma vaga em Copa do Mundo pela segunda vez consecutiva. Alcançar as oitavas de final será um feito histórico. E o primeiro passo precisar ser dado neste domingo.

Copa 2014