Trauma de 2001 perturba o Palmeiras

Embora feliz com a boa fase, em meio a um ambiente alegre, o elenco do Palmeiras não consegue tirar da cabeça a imagem do fantasma que atormentou a equipe no ano passado. No Campeonato Brasileiro, o time liderava com folga e todos davam como certa a classificação. Algumas derrotas, porém, foram suficientes para que a equipe despencasse na competição e fosse eliminada. Para que a novela não se repita no Torneio Rio-São Paulo, o técnico Vanderlei Luxemburgo pede com insistência que os jogadores mantenham a concentração e não relaxem. Nesta quinta-feira, o grupo se reuniu por mais de meia hora. No treino, o técnico gritou como em poucas vezes e reclamou bastante de alguns erros de seus atletas. "Pô, Christian, você quer marcar um gol com a b...", disse, referindo-se a uma jogada errada do atacante. O Palmeiras tem 22 pontos e, segundo os cálculos da comissão técnica, precisa de apenas mais duas vitórias para se garantir nas semifinais do Rio-São Paulo. Para o jogo com a Portuguesa, domingo, em Rio Preto, Luxemburgo só não poderá contar com um atleta. Paulo Assunção está suspenso e deverá ser substituído por Galeano. Christian e Itamar, que tinham problemas físicos, estão recuperados e jogam.

Agencia Estado,

14 Março 2002 | 19h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.