Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Treinos do Brasil antes da Copa do Mundo serão divididos em três países

CBF define que início dos trabalhos será na Granja Comary e time deve ir à Inglaterra antes do desembarque na Rússia

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

11 Outubro 2017 | 11h00

Com o término das Eliminatórias, todo o planejamento da comissão técnica da seleção brasileira a partir de agora passa a ser voltado exclusivamente para a Copa do Mundo. Já está definido que os jogadores convocados por Tite vão se apresentar no fim de maio na Granja Comary, em Teresópolis, onde o grupo permanecerá entre dois e cinco dias para a realização de testes físicos e exames médicos.

+ Brasil tem seu time-base, mas ainda há vagas abertas no grupo

+ Tite aponta Brasil, França e Alemanha como os favoritos para a Copa

A segunda parte da preparação para o Mundial será feita na Europa, possivelmente na Inglaterra, onde o coordenador de seleções da CBF, Edu Gaspar, e o supervisor da seleção, Luis Vagner Vivian, já avaliaram centros de treinamento que tenham condições de receber o Brasil. Depois, por fim, a última parte dos treinamentos antes da Copa será já na Rússia. A CBF ainda não anunciou oficialmente o local, mas está acertado que o QG da seleção será em Sochi, cidade sede dos Jogos Olímpicos de Inverno banhada pelo Mar Negro.

A comissão técnica da seleção planeja ter entre 18 e 23 dias de preparação antes do Mundial. A variação de datas depende da estreia do Brasil na Copa – o sorteio dos grupos será realizado no dia 1.º de dezembro, no Kremlin, em Moscou. A Copa do Mundo começa no dia 14 de junho.

Daqui pra frente, os integrantes da comissão técnica da seleção vão intensificar os contatos com os clubes onde jogam os atletas que estão no radar de Tite. O objetivo é estreitar a ligação com os departamentos médicos para buscar informações detalhadas dos atletas e mapear dados como número de lesões e carga de treinamentos.

Como os atletas que atuam na Europa não terão férias até a Copa do Mundo, durante os meses de junho e julho deste ano o preparador físico da seleção, Fábio Mahseredijan, ligou para todos os jogadores que vinham sendo convocados por Tite e provavelmente estarão na Rússia no próximo ano para pedir que eles se dedicassem com mais afinco aos exercícios físicos durante a pré-temporada já visando o Mundial de 2018.

Até a Copa do Mundo, a seleção já confirmou três amistosos. No dia 10 de novembro, o adversário será o Japão, na cidade de Lille, na França. O jogo contará com a tecnologia do árbitro de vídeo.

No dia 14 do mesmo mês, o Brasil jogará com a Inglaterra, no estádio de Wembley, em Londres. Depois, no dia 27 de março de 2018, no estádio Olímpico de Berlim, a seleção enfrentará a Alemanha. Será o primeiro jogo entre as duas equipes desde o 7 a 1 da semifinal da Copa do Mundo de 2014.

Os jogos contra seleções da Europa são um pedido de Tite aos organizadores dos amistosos da seleção. Desde que assumiu o time, o treinador enfrentou apenas equipes da América do Sul e a Austrália.

Também está nos planos da comissão técnica da seleção um amistoso contra a Rússia, no próximo ano, contra o país anfitrião da Copa. O jogo faz parte da lista de itens de preparação estabelecidos por Tite a serem cumpridos antes da convocação final para o Mundial. O objetivo é que os jogadores tenham o primeiro contato com o clima, o público e o idioma da Rússia. Os integrantes da comissão técnica, inclusive, já estão tendo aulas de russo.Ver em tamanho grande ?

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.