AFP Photo
AFP Photo

Tunísia, Marrocos e Senegal vencem e lideram grupos nas Eliminatórias Africanas

Tunisianos precisam apenas empatar contra os líbios na última rodada

Estadão Conteúdo

07 Outubro 2017 | 18h46

Depois da Nigéria ganhar de Zâmbia e se garantir na Copa do Mundo da Rússia, Tunísia, Marrocos e Senegal também venceram as suas partidas neste sábado, lideram as suas chaves das Eliminatórias Africanas após a quinta e penúltima rodada da fase final e ficaram mais próximos de uma vaga no Mundial de 2018.

+ Jogadores da seleção aproveitam dia de folga com casamento e viagem

+ França derrota Bulgária e retoma liderança; Holanda vence e depende de milagre

+ Suíça e Portugal vencem e decisão da vaga para Copa fica para terça em Lisboa

Pelo Grupo A, mesmo jogando fora de casa, a Tunísia goleou Guiné por 4 a 1 e chegou aos 13 pontos, três na frente da República Democrática do Congo (ex-Zaire), que venceu a Líbia por 2 a 1. Assim, para ficar com a vaga, os tunisianos precisam apenas empatar contra os líbios na última rodada.

Também com muita tranquilidade, o Marrocos aproveitou o apoio de sua torcida para superar o Gabão por 3 a 0. Chegou, assim, aos nove pontos no Grupo C, um na frente da Costa do Marfim. E as duas seleções fazem agora um confronto direto pela vaga na Copa. Os marfinenses jogam em casa, mas precisam vencer.

Já Senegal derrotou Cabo Verde fora de casa, por 2 a 0, e assumiu a liderança do Grupo D com oito pontos, enquanto que a África do Sul venceu Burkina Faso por 3 a 1 e chegou aos quatro. As duas seleções têm um jogo a menos e se enfrentam com mando sul-africano. As equipes derrotadas neste sábado, por sua vez, permaneceram com seis pontos.

Em partida isolada pelo Grupo E, fora de casa, Gana ficou apenas no empate sem gols com Uganda, foi a seis pontos e praticamente se despediu da Copa do Mundo - o seu adversário deste sábado chegou aos oito. Mas o Egito, que tem nove, pode garantir a classificação neste domingo se vencer o lanterna Congo, em casa.

Mais conteúdo sobre:
Copa do Mundo Rússia 2018 [futebol]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.