Daniel Texieira / Estadão
Daniel Texieira / Estadão

Última vez que Corinthians teve vice-líder tão próximo foi há mais de três meses

Palmeiras e Santos estão seis pontos atrás do time de Carille

Estadão Conteúdo

24 Outubro 2017 | 10h21

Sem vencer há três partidas no Campeonato Brasileiro, o Corinthians não via alguém chegar tão perto de sua pontuação há muito tempo: desde a 15ª rodada um adversário não fica há apenas seis pontos do time comandado por Fábio Carille. Isso ocorreu disputada nos dias 19 e 20 de julho, quando o Corinthians empatou em 0 a 0 com o Avaí e o Grêmio venceu o Vitória por 3 a 1.

+ Após tirar Palmeiras da briga, Carille diz: 'As coisas mudam'

+ Palmeiras tenta conter euforia e evita falar sobre o título após nova vitória

Na rodada seguinte, porém, o alvinegro venceu o Fluminense, enquanto o tricolor gaúcho empatou com o São Paulo e a diferença de pontos voltou a aumentar, chegando a 11 pontos na 20ª rodada (Corinthians com 50 pontos, Grêmio com 39).

Agora, o Alvinegro parece estar cumprindo a "profecia" de Renato Gaúcho, que disse que o time iria despencar. No segundo turno, o líder tem apenas 36,3% de aproveitamento, com três vitórias e cinco derrotas em onze jogos. O Grêmio, no entanto, está ainda pior na segunda etapa do campeonato (33% de aproveitamento), e sobrou para Santos e Palmeiras tentarem aproveitar a queda do time de Carille.

Palmeiras e Santos conseguiram diminuir a diferença para o Corinthians para apenas seis pontos na 30ª rodada, com um confronto direto ainda a ser disputado restando oito jogos para o fim do campeonato. No dia 5 de novembro, Corinthians e Palmeiras se enfrentam em Itaquera.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.