1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Último dia da janela de transferências na Europa tem pouca movimentação

- Atualizado: 01 Fevereiro 2016 | 21h 20

A negociação mais cara do dia (da história do clube e da janela na Europa) foi a compra do francês Gianelli Imbula pelo Stoke City

O último dia de janela de inverno de transferências nas principais ligas europeias foi muito mais morno do que o usual. Nenhuma movimentação bombástica foi registrada, com os grandes clubes se concentrando em limpar o elenco. Foi o caso do Real Madrid e do Atlético de Madrid, que emprestaram Cheryshev e Guilherme Siqueira para o Valencia, e do Arsenal, que liberou Yaya Sanogo e Mathieu Debuchy.

Dos jogadores que trocaram de clube nesta segunda-feira, aliás, Debuchy talvez seja o mais conhecido. Com quase 30 jogos pela seleção francesa, o lateral-direito estava esquentando o banco do Arsenal e agora vai voltar à França, para defender o Bourdeaux. Terá como companheiro outros três jovens apresentados mais cedo, um deles o ex-corintiano Malcom. Já Sanogo, que estava no Ajax, vai defender o Charlton Athletic, na segunda divisão da Inglaterra, novamente por empréstimo.

A transferência mais cara do dia (da história do clube e da janela na Europa) foi a compra do francês Gianelli Imbula pelo Stoke City. Os ingleses informaram que pagaram 18,3 milhões de libras ao Porto, que não ficou no prejuízo. Em junho, os portugueses desembolsaram valor semelhante para tirar o volante do Olympique de Marselha. Imbula, entretanto, era banco no Estádio do Dragão.

Malcom, à direita, novo reforço do Bordeaux

Malcom, à direita, novo reforço do Bordeaux

O Everton também colocou a mão no bolso, pagando especuladas 12 milhões de libras para contar com o futebol do senegalês Oumar Niasse, meia que estava no Lokomotiv Moscou. Já o Middlesbrough surpreendeu e pagou cerca de 10 milhões de libras por Jordan Rhodes, meia escocês do Blackburn Rovers. Se confirmados os valores, é a transferência mais cara da segunda divisão inglesa em todos os tempos.

Leroy Fer saiu da segunda divisão, do QPR, para reforçar o Swansea City, na elite. O clube galês era um dos especulados para receber Robinho, mas acabou optando pelo holandês, que já defendeu sua seleção em 11 partidas.

ESPANHA

Escalado irregularmente para um jogo da Copa do Rei, o russo Denis Cheryshev fez a parte dele e marcou um gol, mas, involuntariamente, acabou causando a eliminação do Real Madrid no torneio, uma vez que foi escalado de forma irregular. Depois do episódio, perdeu espaço e nesta segunda-feira foi emprestado ao Valencia, onde ficará até o fim da temporada.

Além dele, o clube valenciano também contratou neste último da janela internacional o lateral-esquerdo brasileiro Guilherme Siqueira, de 29 anos, que estava encostado no Atlético de Madrid.

O Levante fechou com o meia espanhol Joan Verdú, que estava na Fiorentina, enquanto o lateral-direito Montoya chega ao Betis, emprestado pelo Barcelona, e o zagueiro argentino Federico Fazio volta ao Sevilla, por empréstimo, depois de jogar no Tottenham.

ITÁLIA

Dois laterais brasileiros estão entre as principais transações do morno último dia da janela internacional de transferências na Itália. Gilberto, que atua pela direita e já jogou no Botafogo e no Inter, trocou a Fiorentina pelo Verona, lanterna do Italiano. Já Gabriel Silva, ex-Palmeiras, saiu do Carpi para defender o Genoa.

Aos 24 anos, Gabriel Silva vinha fazendo boa temporada pelo Carpi, onde também atuava por empréstimo. Com seus direitos federativos presos à Udinese, que o tirou do Palmeiras em 2011, o lateral fica até o fim da temporada em Gênova. Também Gilberto, de 22 anos, chega ao Verona por empréstimo. No Fiorentina desde julho, ele quase não jogou.

A movimentação de Gilberto acontece numa troca que também envolveu o atacante grego Panagiotis Kone, que fez o caminho contrário, da Udinese para a Fiorentina. O lateral-esquerdo Vasco Regini deixou a Sampdoria comprado pelo Napoli, enquanto a Roma acertou com Diego Perotti, argentino do Genoa. O jogador mais conhecido a mudar de clube, entretanto, foi o veterano Fabio Quagliarella, que deixou o Torino e voltou à Sampdoria, onde atuou quase uma década atrás.

PORTUGAL

A principal movimentação do dia em terras lusitanas foi um "negócio da China". O Sporting liberou o atacante colombiano Fredy Montero para o Tianjin Teda e, em troca, recebeu o argentino Barcos, ex-Palmeiras e Grêmio.

O Estoril apresentou dois brasileiros: o zagueiro Dankler, ex-Botafogo, e o lateral-esquerdo Pedro Botelho, que pertence ao Atlético-PR mas jogou a última temporada pelo Atlético-MG.

A grande novidade, entretanto, foi a chegada de Herder Postiga, de 33 anos, no Rio Ave. O atacante, que defendeu a seleção portuguesa em mais de 70 oportunidades, estava jogando na Índia. Seu último clube na Europa fora o Deportivo La Coruña.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX