Últimos resultados ruins pressionam Atlético-MG contra Paraná pela Copa do Brasil

Clube paranaense venceu a primeira partida por 3 a 2, em Curitiba

Estadão Conteúdo

31 Maio 2017 | 07h50

O Atlético Mineiro jogará pressionado diante do Paraná, nesta quarta-feira, às 21h45, no estádio Independência, em Belo Horizonte, no jogo da volta entre as equipes pelas oitavas de final da Copa do Brasil. A derrota na primeira partida em Curitiba, por 3 a 2, e o início ruim no Campeonato Brasileiro - só fez um ponto em seis disputados em casa - colocam o clube mineiro em situação perigosa.

A torcida está receosa. O time, apontado como forte candidato a todos os títulos que disputa na temporada, caiu de produção nas últimas semanas. Após um bom começo no Brasileirão ao empatar com o Flamengo, no Rio, a equipe foi derrotada pelo Fluminense por 2 a 1 e apenas empatou com a Ponte Preta (2 a 2), em dois jogos disputados no estádio Independência.

No mês passado, um grupo de torcedores - insatisfeitos com o jejum diante do rival Cruzeiro no Campeonato Mineiro - levou faixas e promoveu uma batucada na entrada do CT do clube. Os fanáticos atleticanos cobravam melhor desempenho da equipe, que liderava o seu grupo na Copa Libertadores. Carros de jogadores foram danificados e a PM teve que intervir.

Para tentar reverter a fase negativa, o técnico Roger Machado deverá ter força máxima. O experiente atacante Robinho (com uma virose) e o volante Rafael Carioca (desgaste muscular) foram poupados do treino desta terça-feira na Cidade do Galo, em Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte, mas estão liberados para a partida e deverão jogar.

O treinador do time mineiro poderá optar por uma escalação mais ofensiva. Se assim fizer, o meia venezuelano Otero entrará no lugar do volante Adilson, que está machucado. A outra alternativa é iniciar o duelo com Yago, homem da posição. Entretanto, Roger Machado não poderá contar ainda com o meia Valdívia, que foi apresentado oficialmente nesta terça-feira, vindo do Internacional. O jogador já atuou pelo clube gaúcho na competição.

No Paraná, o técnico Cristian de Souza também deverá contar com todos os principais jogadores para o embate contra o Atlético Mineiro. O goleiro Léo, que era dúvida e foi poupado da última partida da equipe na Série B do Campeonato Brasileiro, viajou com o grupo nesta terça-feira. Os volantes Leandro Vilela e Gabriel Dias, o meia Renatinho e o lateral-direito Igor também estão à disposição.

O treinador entende que a equipe não pode ficar acuada, apenas aguardando os ataques do adversário, e falou em coragem para definir como o time se portará na partida. Cristian de Souza e resumiu o sentimento do grupo em uma frase. "É o jogo da vida", projetou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.