1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Uruguai e Inglaterra fazem clássico decisivo na Arena Corinthians

Ciro Campos e Sérgio Torres - O Estado de S. Paulo

18 Junho 2014 | 21h 58

As tradicionais seleções perderam suas partidas de estreia. Quem perder nesta quinta-feira, está praticamente eliminado da Copa

A segunda fase da Copa do Mundo não precisou começar para que aconteça o primeiro mata-mata entre gigantes do futebol. Duas seleções campeãs mundiais, Uruguai e Inglaterra, fazem um confronto direto, nesta quinta-feira, em São Paulo, pela sobrevivência no torneio. Quem perder vai acumular a segunda derrota seguida e ficar em situação muito complicada.

O encontro será entre duas tradicionais seleções do futebol. Os ingleses são os inventores da modalidade e os uruguaios ganharam a primeira Copa, em 1930.

Ambos apostam na ressurreição dos seus principais astros para ganhar a primeira partida na Copa. O Uruguai tem o retorno de Luis Suárez, que no fim de maio passou por uma cirurgia no joelho esquerdo e vai a campo abaixo das condições ideais. 

Já os ingleses aguardam por Rooney, que está na terceira Copa, mas nunca marcou gol na competição e que neste jogo deve atuar em posição diferente.

JF Diorio/Estadão
Luis Suárez, mesmo sem estar em sua melhor forma, vai para o jogo

A situação dos sul-americanos é mais complicada. Na véspera do jogo, a comissão técnica confirmou a ausência do zagueiro e capitão Lugano, com dores no joelho esquerdo. Fora o desfalque de última hora, a equipe precisa recuperar a confiança perdida com a derrota para a Costa Rica.

“Ter começado a Copa perdendo nos complicou. Agora as duas equipes precisam vencer e quem não conseguir estará eliminado. Já estivemos em outras situações parecidas de pressão por resultado e conseguimos nos sair bem” disse o técnico uruguaio Óscar Tabárez. “A partida decisiva é uma possibilidade de mostrar que podemos sair do momento sofrido”, afirmou o atacante Cavani.

Nos últimos treinos o técnico deu pistas de que terá até cinco mudanças e quer um time mais ofensivo e de movimentação. Lodeiro e Alvaro Gonzalez devem jogar, assim como o lateral-esquerdo Álvaro Pereira, que terá o papel de apoiar mais o ataque. Suárez deve substituir Forlán e Coates, Lugano.

Na Inglaterra a mudança será tática. O técnico Roy Hodgson deve recuar Rooney para a armação, missão parecida com a que executa no Manchester United. A aposta da equipe é que o clima de São Paulo, mais ameno do que o de Manaus, onde enfrentou a Itália, contribuirá para jogar melhor.

Hodgson fez questão de tirar o peso da expectativa em torno da atuação de Rooney. “Ele é um dos mais experientes do grupo e é claro que será sempre o foco. Prometo que todos verão uma ótima atuação dele contra o Uruguai”.

FICHA TÉCNICA

URUGUAI X INGLATERRA

URUGUAI - Muslera; Cáceres, Coates, Godín e Álvaro Pereira; Arévalo Ríos, Álvaro Gonzalez, Lodeiro e Rodríguez; Suárez e Cavani. Técnico: Óscar Tabárez

INGLATERRA - Hart; Johnson, Cahill, Jagielka e Baines; Henderson, Gerrard, Rooney e Sterling; Welbeck e Sturridge. Técnico: Roy Hodgson

JUIZ - Carlos Velasco (ESP)

LOCAL - Arena Corinthians, em São Paulo

HORÁRIO - 16 horas

TRANSMISSÃO - Band, Bandsports, Globo, ESPN Brasil, SporTV e Fox Sports

Copa 2014