1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Valdivia saiu porque estava com tontura, diz médico do Palmeiras

VÍTOR MARQUES - O Estado de S. Paulo

17 Agosto 2014 | 17h 37

Meia chileno foi substituído aos 18 minutos do primeiro tempo no clássico com o São Paulo e será submetido a exames após o jogo

O meia Valdivia foi substituído aos 18 minutos do primeiro tempo do clássico, entre Palmeiras e São Paulo, neste domingo, porque sentiu tontura no Pacaembu. A afirmação é do médico do Palmeiras, Otávio Vilhena. Segundo ele, o jogador será submetido a exames depois do jogo.

"O Valdivia confirmou (no vestiário) que o que fez ele sair foi tontura. Ele disse que está com dores musculares, mas nenhuma dor específica que tenha motivado sua saída", afirmou o médico no intervalo do jogo.

José Patrício/Estadão
Valdivia deve passar por cirurgia no nariz

Vilhena disse que Valdivia, na quarta-feira, sofreu um choque no treino que pegou o nariz e olho. O lance que tirou Valdivia do clássico aconteceu aos 13 minutos do primeiro tempo.

Imagens da televisão, no entanto, mostram que no momento do lance Valdivia coloca a mão na coxa direita no momento que divide a bola com o são-paulino Kaká. O clássico marcou o retorno do chileno ao Palmeiras depois da negociação frustrada com o futebol árabe. Enquanto esteve em campo, ele foi o melhor jogador do time no clássico.