Valencia absolve Enderson de culpa após ser sacado e Santos sofrer contra Linense

Robinho esbanjou categoria e fez dois gols, somando quatro em uma semana (em dois jogos) no Pacaembu, mas dividiu as atenções com o estreante Valencia, que foi mais lembrado depois de ser substituído por Elano do que pelo que vinha fazia em campo, marcando com eficiência no último domingo, no Paulistão.

SANCHES FILHO, Estadão Conteúdo

04 Março 2015 | 18h58

É que enquanto o volante colombiano protegeu a entrada da área santista, o time vencia com folga por 3 a 0 e, após a sua saída, o sistema defensivo ruiu, permitindo que o Linense fizesse dois gols em quatro minutos, só não empatando o jogo porque Enderson Moreira se apressou em corrigir o erro, trocando o atacante Geuvânio por Lucas Otávio para recompor o meio de campo.

A explicação do técnico foi que Valencia pediu para ser substituído e que com a entrada de Elano a sua intenção era fazer com que o Santos passasse a ficar mais com a bola e chegar à frente com mais qualidade.

A versão do jogador é que a sua saída aos 20 minutos do segundo tempo estava programada, absolvendo Enderson da acusação de ter se precipitado ao tirar o colombiano do jogo.

"Já estava nos planos eu jogar 65 minutos. Se eu for escalado domingo contra o Botafogo, vou jogar mais tempo", disse Valencia, nesta quarta-feira. Ele chegou ao Santos no dia 15 de janeiro e precisou de mais de um mês de trabalhos físicos especiais para corrigir o desequilíbrio de força muscular entre uma coxa e outra e para vencer a briga com a balança.

Apesar da sua importância para fechar a entrada de área, Valencia ainda não se sente titular. "Tenho de esperar um pouco porque os outros que tiveram oportunidade na posição (Leandrinho, contra o São Bernardo, e Lucas Otávio, diante da Portuguesa) também jogaram bem. Mas, se eu for escolhido vou jogar como o treinador pedir. Tenho condições de substituir Alison, mas sei sair jogando também, como segundo volante.

Vai depender do que o professor me pedir", ressaltou.

Mais conteúdo sobre:
futebol Santos FC Valencia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.