1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Vasco celebra 116 anos com bolo, bandeiras e até tiros no Rio

Estadão Conteúdo

21 Agosto 2014 | 16h 37

Clube fez festa em São Januário com presença dos dirigentes, entre eles o presidente Roberto Dinamite, e café com os funcionários 

O Vasco celebrou com uma festa em São Januário, nesta quinta-feira, os seus 116 anos de história, completados neste 21 de agosto de 2014. A comemorações pela data já começaram pela manhã, onde o estádio do clube foi palco do hasteamento de bandeiras e contou até com um salva de 21 tiros, em alusão ao dia do mês em que se festeja a data.

No estádio do clube, já entre 6 e 7 horas da manhã, as bandeiras do Brasil, do Vasco, de Portugal, do estado do Rio e da capital fluminense foram hasteadas por dirigentes, sendo que entre eles estava o presidente Roberto Dinamite e o vice-presidente geral Antônio Peralta.

O clube não permitiu a entrada de jornalistas no local nesta manhã, mas postou fotos e declarações de cartolas vascaínos, que chegaram a cantar o tradicional "parabéns a você" pelo aniversário. Dois bolos personalizados com o símbolo do clube foram colocados em uma mesa no Ginásio Antônio Soares Calçada, onde Dinamite e outros dirigentes tomaram café da manhã com funcionários do clube e alunos do Colégio Vasco da Gama, que também estiveram presentes como convidados.

Festa teve soltura de fogos de artifício na Lagoa

"O Vasco conquistou muita coisa em 116 anos. Várias pessoas contribuíram para a história do Vasco da Gama. É um motivo de orgulho para mim estar aqui hoje. Cheguei ao clube aos 14 anos, encerrei a carreira na faixa dos 30 e hoje vivo o Vasco no dia a dia. A instituição Vasco da Gama está acima de todos nós. Me sinto feliz fazendo parte dessa grande família", ressaltou Dinamite, em declarações reproduzidas pelo site oficial do Vasco.

Antônio Peralta, por sua vez, exibiu sua alegria com a comemoração, embora hoje o Vasco viva um momento político conturbado, com Dinamite podendo se ver obrigado a deixar o cargo a qualquer momento. Na semana passada, o Conselho Deliberativo do clube decidiu que o mandato do dirigente, marcado para acabar na última segunda-feira, não será prorrogado, mesmo que as eleições para presidência estejam marcadas para o dia 11 de novembro. Isso foi definido por meio de uma votação apertada, com 113 votos contra a extensão do mandato e 103 a favor.

"Emoção forte, pois 116 anos comemoramos o nascimento do Vasco da Gama como clube. A trajetória do Vasco, a importância histórica do Vasco não tem dimensão. O Vasco é isso. Mais de 200 pessoas vieram aqui, inclusive crianças, idosos. Isso me emociona. Todas as idades aqui presentes. Todos louvando esse acontecimento que a história irá sempre contar. Isso me traz alegria e muita felicidade", disse Peralta.