Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Vasco corrige ata da eleição e desconsidera votos da urna 7

Na correção, a chapa de Julio Brant aparece como vencedora com 1.933 votos, contra 1.683 da chapa encabeçada por Eurico Miranda

Estadão Conteúdo

13 Janeiro 2018 | 16h14

Em um novo capítulo do imbróglio político que tomou conta do clube desde o ano passado, o Vasco divulgou neste sábado a retificação da ata da eleição realizada em novembro para definir seu presidente. Neste novo documento, o conselho atendeu à decisão da Justiça e desconsiderou os votos da urna 7, o que tiraria a vitória de Eurico Miranda e a daria a Julio Brant.

+ Julio Brant acusa Eurico de desmanche no Vasco e promete rever decisões

Na correção da ata divulgada neste sábado, a chapa "Sempre Vasco", de Julio Brant, aparece como vencedora, com 1.933 votos, contra 1.683 da "Reconstruindo o Vasco", encabeçada por Eurico Miranda. A chapa "Mudança com Segurança" fica na terceira posição, com apenas 429 votos.

O imbróglio vem se desenrolando desde o dia 7 de novembro, quando a eleição foi realizada. A imensa maioria de votos a Eurico na urna 7 levantou suspeita de fraude na eleição e Brant acionou a Justiça. Depois de liminares de ambos os lados, foi definido que os 475 votos postados nesta urna deveriam ser desconsiderados, o que daria a vitória à chapa "Sempre Vasco".

Apesar da correção divulgada pelo Vasco, a decisão ainda não é definitiva porque o caso segue em andamento na Justiça do Rio. Mas se ela for mantida, será a chapa "Sempre Vasco" que vai indicar 120 conselheiros para a escolha do próximo presidente do clube na reunião do conselho deliberativo, dando, assim, o posto a Julio Brant.

Mais conteúdo sobre:
futebol Vasco Eurico Miranda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.