Acervo Estadão
Acervo Estadão

Veja onde estão os campeões do Corinthians de 77

Maioria dos jogadores continua vinculada ao clube

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

07 Maio 2017 | 07h00

1. Zé Maria, 68 anos

Apelidado de “Super Zé”, o ex-lateral-direito esteve com a seleção brasileira em duas Copas do Mundo (1970 e 1974). Hoje, vive em São Paulo e trabalha com projeto esportivo na Fundação Casa para a reabilitação de menores infratores.

2. Tobias, 68 anos

O goleiro havia sido herói da equipe no ano anterior, ao defender dois pênaltis na semifinal do Brasileiro contra o Fluminense. Aposentado, participa de eventos promovidos pelo Corinthians para comemorar a conquista do Estadual de 1977.

3. Moisés 

Era zagueiro do time que disputou a decisão. Faleceu em 2008, aos 59 anos, vítima de câncer no pulmão. Após se aposentar, foi treinador, função em que teve como grande trabalho levar o Bangu a vice do Campeonato Brasileiro de 1985. 

4. Ruço

O ex-volante marcou em 1976 um gol histórico na semifinal do Brasileiro, contra o Fluminense, no Maracanã. Estava aposentado e morava no Rio de Janeiro quando morreu em 2012, aos 63 anos, vítima de um acidente vascular cerebral (AVC).

5. Ademir, 69 anos

O zagueiro ganhou a chance de disputar a final do campeonato porque o titular, Zé Eduardo, estava suspenso. Vive em Santa Bárbara D’Oeste, sua cidade natal, onde trabalha com venda de carros e é comentarista esportivo de uma emissora de rádio.

6. Wladimir, 62 anos 

O jogador com mais partidas pelo Corinthians, 805, era lateral-esquerdo e ainda mora em São Paulo. É pai do lateral-direito Gabriel, revelado pelo São Paulo. Atualmente, está aposentado, participa regularmente de partidas com os masters do clube.

7. Vaguinho, 69 anos

O ex-ponta-direita do time campeão mora na capital paulista e costuma participar de jogos dos masters do Corinthians e de eventos promovidos para relembrar o título de 1977. Também atua como empresário, ao administrar uma transportadora.

8. Basílio, 68 anos

O ex-meia foi autor do gol do título e se tornou ídolo do clube por tirar o clube da fila, trabalha pelo Corinthians em eventos com torcedores antes dos jogos na arena. Quando o time está em campo, também atua como comentarista da rádio Capital.

9. Geraldão, 66 anos

O atacante e artilheiro do time de 1977 também foi campeão estadual pelo Corinthians dois anos depois, em outra final contra a Ponte Preta. Ele ainda vive em São Paulo e trabalha como professor em escolinhas de futebol na Zona Oeste da capital.

10. Luciano, 68 anos 

O meia, apelidado de Coalhada, jogou a final no lugar de Palhinha, titular durante parte da campanha. Agora aposentado, voltou a morar na cidade natal, Recife, onde trabalha com escolinhas de futebol. Quase foi o herói da final, mas chutou uma bola na trave.

11. Romeu, 67 anos

Foi ponta-esquerda do time campeão. Vive atualmente em Barueri e trabalha como vendedor de consórcios. Além disso, participa com frequência de campeonatos de futebol para veteranos.

QUEM NÃO ESTÁ NA FOTO

Zé Eduardo

Ex-zagueiro, morreu no mês passado, de câncer, aos 63 anos. Era o titular da posição. 

Palhinha, 66 anos

O atacante foi titular durante parte da campanha. Mora em Belo Horizonte e é empresário. 

Biro-Biro, 57 anos

Era meia. Vive em São Paulo e trabalha com aparições em comerciais e eventos do clube.

Givanildo, 68 anos

O ex-volante é treinador há mais de 30 anos. Dirige o Ceará e acaba de ser campeão estadual.

Edu, 67 anos

O atacante campeão mundial pela seleção em 1970 mora em Santos e está aposentado.

Cláudio Mineiro, 64 anos

O lateral-esquerdo reserva mora em Corumbá (MS), onde trabalha como técnico de times locais.

Oswaldo Brandão

Treinador do time campeão de 77, Brandão faleceu em 89, aos 72 anos. Até hoje é o treinador que mais dirigiu o Corinthians (441 jogos).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.