1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Vice-Presidente do São Paulo confirma acerto com meia Kaká

Agência Estado

29 Junho 2014 | 11h 56

Jogador será contratado pela MLS, Liga Americana de Futebol, transferido para o Orlando City e emprestado para o São Paulo

Determinado a buscar o título brasileiro, que não conquista desde 2008, o São Paulo está prestes a anunciar mais uma contratação de peso. O meia Kaká, que está no Milan, já está com tudo acertado para voltar ao Morumbi para jogar por seis meses, antes de partir para os Estados Unidos. Quem confirma a contratação é o vice-presidente de futebol do clube, Ataíde Gil Guerreiro.

"Depois de 60 dias de negociação, nós estamos acertados, mas não existe nada formalizado. Existem etapas a serem corridas, mas, em termos de valores, está tudo acertado, entre todas as partes envolvidas, que são o Milan, a liga americana, o Orlando (City), o Kaká e o São Paulo", explicou o dirigente, em entrevista ao SporTV, neste domingo.

A transferência envolve tantas partes porque Kaká está vinculado ao Milan, mas seu contrato tem uma cláusula que garantia ao meia a rescisão no caso de o time italiano não se classificasse para a Liga dos Campeões. Isso aconteceu e o brasileiro ficará livre no mercado.

Kaká vai assinar com a Major League Soccer, a liga que organiza o campeonato norte-americano de futebol e ser repassado para o Orlando City. A franquia da Flórida, por sua vez, só vai entrar na MLS na temporada 2015 e já está eliminado da Copa dos EUA de 2014. Assim, Kaká só fará sua estreia no começo do ano que vem.

Eric Gaillard/Reuters
Kaka deve retornar ao São Paulo após 11 anos fora

Para seguir jogando, o meia acertou com o São Paulo, num acordo que envolveu também o Orlando City e a MLS, uma vez que a franquia vai arcar com boa parte dos salários de Kaká. "Ele fará exames médicos, depois passará ao Orlando, que fará um contrato com o São Paulo de empréstimo por seis meses, até 31 de dezembro", explicou Guerreiro.

Kaká volta ao São Paulo 11 anos depois de deixar o clube com o status de maior revelação tricolor. Pelo Milan, foi um dos melhores jogadores do mundo em 2005 e 2006 e ganhou a Bola de Ouro de 2007. Ele seguiu em alto nível até 2009, quando foi o melhor da Copa das Confederações. No Real Madrid, porém, sua carreira degringolou.

Na reserva do clube espanhol, ele fechou com o Milan há um ano, em busca de reencontrar o bom futebol e voltar à seleção brasileira para jogar a Copa do Mundo. Kaká, porém, encontrou em Milão um time em frangalhos, que ele não conseguiu carregar nas costas.

"Kaká não só está empolgado como está na plenitude da sua forma física. O problema no Real Madrid foi de discussões e posicionamento em relação ao técnico. Como o Milan não está bem de elenco, ele colocou essa cláusula de saída. Ele vem para o São Paulo com todo o ânimo possível", garante Guerreiro.

O craque de 32 anos deverá ser uma dor de cabeça boa para Muricy Ramalho, que já tem Paulo Henrique Ganso para a posição. Caso opte por atuar com dois meias, o treinador vai ter que tirar um atacante e deixar Luis Fabiano, Alexandre Pato ou Alan Kardec no banco.