Victor deu mesmo terço da Libertadores para Julio Cesar

Goleiro revelou detalhe da partida contra o Chile durante entrevista coletiva concedida nesta terça, em Teresópolis

Almir Leite, enviado especial, O Estado de S. Paulo

01 Julho 2014 | 14h07

O terço entregue pelo goleiro Victor a Julio Cesar antes da decisão por pênaltis entre a seleção brasileira e a chilena, pelas oitavas de final da Copa do Mundo, é o mesmo que ele carregou consigo nos jogos da Copa Libertadores de 2013, quando foi um dos destaques e ajudou decisivamente o Atlético-MG a conquistar o título. O goleiro fez essa revelação nesta terça-feira, em entrevista na Granja Comary, em Teresópolis (RJ).

"Não foi nada premeditado. Não tenho o costume de levar meu terço para dentro de campo, foi algo que decidi no vestiário. E naquele momento me veio o ''insight'' de entregar para o Julio. Mas não se pode deixar de enfatizar as qualidades do Julio. Ele vem se preparando para isso (fazer uma boa Copa)", afirmou Victor.

Ele revelou ser religioso e que procura reforçar o seu "lado espiritual" antes de cada partida. "A fé nos dá força, suporte", disse. Depois da partida, Victor recebeu o terço de volta. "Eu falei para ele o que representava esse terço para mim. Não fico sem ele".

Victor considera que o jogo contra o Chile foi um divisor de águas para a seleção brasileira. Para ele, a classificação dramática vai deixar o grupo mais forte e preparado para as próximas partidas, a começar pela desta sexta contra a Colômbia, na Arena Castelão, em Fortaleza. "Foi uma vitória... uma classificação que serve para nos fortalecer, haja visto as dificuldades que tivemos. Agora vai ficar ainda mais difícil. O jogo com o Chile serve como referência para aquilo que vamos enfrentar na próxima fase".

Mais conteúdo sobre:
Copa 2014 Copa do Mundo futebol Brasil Victor

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.