Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Victor Ferraz projeta Santos ofensivo em Itaquera, mas vê Corinthians favorito

Confronto acontece neste sábado, às 19h, válido pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro

O Estado de S.Paulo

31 Maio 2017 | 16h26

O lateral-direito santista Victor Ferraz sinalizou, em entrevista coletiva nesta quarta-feira, em Santos, que o time deverá ser ofensivo no clássico do próximo sábado contra o Corinthians, às 19 horas, na Arena em Itaquera, válido pela quarta rodada do Brasileirão. O jogador aposta nesta postura da equipe santista mesmo sabendo que a principal estratégia do rival é jogar fechado na defesa e explorar os contra-ataques em sua própria arena.

"A gente tem um forma de jogar. Dificilmente abdicamos dela. Só quando não conseguimos encaixar o estilo de jogo. A gente tenta propor o jogo. Muitas das vezes não acontece e a gente sabe que o Corinthians faz isso (jogar fechado, nos contra-ataques). Eles deixaram a Chapecoense propor o jogo, mesmo jogando na Arena Corinthians. É uma proposta que eles fazem desde 2015, na época do Tite (treinador). A gente precisar estar numa grande noite, jogar no limite. Eles são os favoritos, pelo momento que vivem. Mas podem perder mesmo sendo favoritos", projetou.

Victor Ferraz reconheceu que a equipe santista não começou bem o Brasileirão - foram duas derrotas (para Fluminense e Cruzeiro) e apenas uma vitória (sobre o Coritiba) nas primeiras rodadas -, mas minimizou a responsabilidade do técnico Dorival Júnior sobre os maus resultados obtidos na competição até aqui. O lateral garantiu que o elenco apoia o trabalho do comandante e criticou as constantes trocas de treinadores no País.

"Em relação a gente, não mudou em nada (o apoio a Dorival). A gente tem muita confiança no Dorival. É o cara de que deu uma resgatada na ofensividade, no brilho do torcedor de ver o Santos jogar. O Brasil é isso aí, não vai mudar. Os treinadores podem ser demitidos a qualquer momento. Não é só com o Dorival. Todos os treinadores que se cuidem para não perder duas ou três seguidas", lamentou o jogador.

TREINO FECHADO

O elenco santista treina na tarde desta quarta-feira no CT Rei Pelé. Os trabalhos foram ministrados pelo auxiliar técnico Lucas Silvestre, pois Dorival Júnior está no Rio de Janeiro para acompanhar o julgamento dele no STJD devido à expulsão na partida contra o Coritiba, no último dia 20, na Vila Belmiro.

O meia Lucas Lima é desfalque certo contra o Corinthians. O jogador se recupera de um problema muscular e só deverá retornar ao time no clássico contra o Palmeiras, no próximo dia 14. Entretanto, o seu substituto ainda não foi definido. Vladimir Hernández tem desempenhado a função do titular, mas Jean Mota e Rodrigo Longuine também podem surgir nesta vaga.

O lateral-esquerdo Zeca, que deixou a partida contra o Cruzeiro com dores na perna esquerda, foi submetido a exame de imagem, na última terça, e não há sinal de lesão muscular. No entanto, o jogador seguirá em tratamento e não há previsão sobre retorno, de acordo com o departamento médico do clube.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.