Ricardo Duarte/ Internacional
Ricardo Duarte/ Internacional

Vila Nova busca empate no Beira-Rio e adia acesso do Inter à elite nacional

Jogo termina pelo placar de 1 a 1 e estraga festa da torcida colorada em casa

Estadao Conteudo

11 Novembro 2017 | 18h54

O Internacional viu o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro ser adiado na tarde deste sábado ao empatar por 1 a 1 diante do Vila Nova-GO, em partida realizada no estádio Beira-Rio, pela 35.ª rodada da Série B. Cláudio Winck abriu o placar, mas Ruan estragou a festa da equipe colorada.

+ Leia mais notícias sobre o Internacional

+ Ceni agradece carinho da torcida do Fortaleza e já mira título cearense

Sem vencer há quatro jogos, o time gaúcho soma 64 pontos e corre o risco de perder a liderança para o América-MG ainda neste sábado. Já o Vila Nova-GO, que não ganha há cinco jogos, tem 54 pontos, em sexto lugar. Primeiro do G4, o Paraná soma 59.

Embalado pela possibilidade de confirmar o retorno à elite do futebol brasileiro, o Internacional se apoiou em seus torcedores para pressionar o Vila Nova. Logo aos oito minutos, D'Alessandro passou como quis por dois defensores e cruzou para William Pottker. O atacante chutou em cima da marcação.

Mas o gol não demorou para sair. Em cobrança de falta de D'Alessandro, a bola ficou viva na área. Rodrigo Dourado impediu que ela saísse e jogou para Cláudio Winck, que contou com uma tentativa frustrada de Alemão de afastar o perigo, para estufar as redes de Luís Carlos.

Após o gol, o time gaúcho se fechou e anulou praticamente todas as ações do visitante. Na melhor chance da equipe goiana, Geovane recebeu livre pelo lado esquerdo de campo e chutou mascado. A bola atravessou por toda a área e por muito pouco Maguinho não alcançou para deixar tudo igual.

No segundo tempo, o Vila Nova voltou do intervalo com uma postura totalmente diferente. Sem deixar morrer o sonho de entrar no G4, foi para cima do Internacional e achou o gol de empate aos quatro minutos. Alan Mineiro, em cobrança de falta, mandou a bola para dentro da área. Thales tentou afastar e jogou nos pés de Ruan, que pegou de voleio para fazer 1 a 1.

O jogo acabou caindo de produção após o gol do Vila Nova. Guto Ferreira tentou dar um gás novo ao Inter ao promover as entradas de Camilo, Nico López e Carlos, mas quem esteve mais perto de sair vencedor foi o time goiano. Em boa jogada pela esquerda, Alan Mineiro deixou Maguinho de frente para o gol. O lateral parou em Danilo Fernandes. Na sobra, chutou para fora.

O Internacional só foi ameaçar o goleiro adversário nos minutos finais. D'Alessandro cobrou falta para dentro da área do Vila Nova. O zagueiro Léo Rodrigues tentou tirar e quase marcou contra. A bola bateu no travessão. Foi a última chance para antecipar o acesso. Frustração nas arquibancadas.

Na próxima rodada, o Vila Nova enfrenta o Figueirense na terça-feira, às 20h30, no estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO). No mesmo dia e horário, o Internacional visita o Oeste na Arena Barueri, na região metropolitana de São Paulo.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 1 X 1 VILA NOVA-GO

INTERNACIONAL - Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Thales, Léo Ortiz e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson e D'Alessandro; William Pottker (Camilo), Leandro Damião (Carlos) e Eduardo Sasha (Nico López). Técnico: Guto Ferreira.

VILA NOVA - Luis Carlos; Maguinho, Alemão, Wesley Matos e Gastón Filgueira; Geovane, Fagner (Heitor), Ruan, Alan Mineiro e Anderson Luis (Léo Rodrigues); Lourency (Tiago Adan). Técnico: Hemerson Maria.

GOLS - Cláudio Winck, aos 11 minutos do primeiro tempo. Ruan, aos quatro do segundo.

ÁRBITRO - Dyorgines José Padovani de Andrade (ES).

CARTÕES AMARELOS - Rodrigo Dourado e D'Alessandro (Internacional); Geovane e Fagner (Vila Nova).

RENDA - R$ 735.273,00.

PÚBLICO - 28.268 pagantes (33.088 total).

LOCAL - Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.