Violência da torcida no Pacaembu deixa 18 pessoas feridas

Segundo informações dos prontos-socorros da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, do Hospital das Clínicas (HC) e do Hospital da Polícia Militar (HPM), um total de 18 pessoas, entre policiais e torcedores corintianos foi encaminhado com ferimentos para ser medicado após o jogo entre Corinthians e River Plate, válido pela Taça Libertadores da América. Dos 18 feridos, sete são policiais militares e um segue internado em estado grave. Dos 11 torcedores, seis foram levados para a Santa Casa e um destes, ferido por uma bala de borracha no rosto, é quem está em situação mais grave. Outros cinco torcedores foram encaminhados ao Hospital das Clínicas. Durante a tentativa de invasão do campo, 6 corintianos foram detidos e encaminhados ao 23º Distrito Policial, em Perdizes. Eles estão sendo ouvidos pelo delegado e serão liberados. Além de quebrarem o portão principal do Pacaembu, alguns torcedores corintianos depredaram os vidros da estação Clínicas do metrô.

Agencia Estado,

05 Maio 2006 | 03h20

Mais conteúdo sobre:
libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.