Washington promete gols na Ponte

Washington mantém o sonho de disputar a Copa do Mundo, mas disputa sua vaga na seleção com vários atacantes já consagrados, como Romário e Ronaldo. Para provar ao técnico Luiz Felipe Scolari que pode ser útil ao Brasil no Mundial, o artilheiro da Ponte Preta promete classificar a equipe na Copa do Brasil, no jogo desta quarta-feira, às 20h30, contra o Juventude, em Campinas. A Ponte precisará mesmo dos gols de Washington. Afinal, como o Juventude venceu o primeiro jogo por 2 a 0, em Caxias, a equipe de Campinas terá que ganhar por três gols de diferença para ficar com a vaga na próxima fase. "Sei que preciso fazer gols para ajudar meu time e também para provar que tenho condições de estar na lista do Felipão. A torcida pode encher o campo porque vai ver a gente lutando até o fim. Se depender de mim, vou fazer mais de um gol", avisou Washington, entusiasmado por ter sido convocado nos dois últimos amistosos da seleção, contra Arábia Saudita e Islândia, e ansioso para também estar na próxima lista. "Centroavante tem que marcar gols e eu mais do que nunca preciso disso", admitiu Washington, que já marcou 78 gols com a camisa da Ponte e vive a expectativa de ser negociado com um clube estrangeiro depois da Copa. Além de Washington, que não enfrentou o Juventude em Caxias porque estava na seleção, a Ponte terá o retorno do meia Marquinhos após cumprir suspensão. Na defesa, Alex Oliveira, suspenso, pode dar lugar a Luiz Carlos, já que Ronaldão continua contundido. No meio-de-campo, o técnico Vadão ainda tem uma dúvida entre Caíco e Adrianinho.

Agencia Estado,

12 Março 2002 | 14h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.