Ricardo Duarte/SC Internacional
Ricardo Duarte/SC Internacional

Zago agradece Inter e torcida em carta, mas vê seu 'trabalho muito bom'

Técnico foi demitido pelo colorado após derrota para o Paysandu, pela Série B

Estadao Conteudo

28 Maio 2017 | 21h54

O técnico Antônio Carlos Zago divulgou, neste domingo, uma carta de agradecimento ao Internacional, após ser demitido do clube neste fim de semana, depois da derrota para o Paysandu, no sábado, em Belém, por 1 a 0, pela terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O texto escrito pelo treinador enfatizou os recentes resultados obtidos na Copa do Brasil - a classificação contra o Corinthians e o jogo equilibrado, mesmo com derrota, diante do Palmeiras, atual campeão brasileiro -, com apenas seis meses de trabalho para remontar um time que caiu havia caído pela primeira vez na história para a segunda divisão nacional. Remontagem que, conforme destaca Zago, foi completada com a chegada do atacante William Pottker, há duas semanas.

"Infelizmente, a direção do Internacional achou que era o momento de trocar o treinador. O processo de remontagem é mesmo desgastante, os resultados não são imediatos e a cultura do futebol grita pela mudança. Uma pena. Boa sorte ao profissional que venha assumir o posto. Tenho certeza de que encontra um grupo em outro patamar, bem montado, motivado e treinado para conquistar os objetivos", destacou o treinador.

Entretanto, Antônio Carlos Zago deixou clara a sua insatisfação por ser removido do cargo antes de completar esta temporada, apesar de dizer que entende os motivos da diretoria para tomar a decisão pela sua demissão. Após perder o Gauchão para o Novo Hamburgo (primeira conquista do time interiorano), o Inter teve um início considerado ruim na Série B do Brasileiro. Hoje, é o 10º colocado, com quatro pontos.

"Uma pena, mas no Brasil alguém tem que ser culpado. Poderia ter escolhido situações que dariam mais retorno ao Inter no curto prazo, mas que não seriam o melhor para o clube. Quando chegar dezembro e mais, nos próximos anos, vou lembrar do elenco que foi montado aqui e na certeza de que o trabalho foi muito bom. Meu agradecimento especial à torcida colorada, que tanto sofreu ano passado. E também meu muito obrigado à direção do Inter. Não foi um processo fácil chegar até aqui", complementou Zago.

Antônio Carlos Zago comandou o Internacional em 30 jogos neste ano por quatro competições diferentes - Campeonato Gaúcho, Copa da Primeira Liga, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro da Série B.

Foram 14 vitórias, 10 empates e 6 derrotas, números que o colocam com 57,7% de aproveitamento à frente da equipe. Neste período, o time colocado marcou 47 gols e sofreu outros 27.

Mais conteúdo sobre:
Inter Futebol Antonio Carlos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.