Daniel Batista/Estadão
Daniel Batista/Estadão

Zagueiro Henrique estreia pelo Corinthians nesta quarta-feira

Defensor ganha vaga de Pedro Henrique e estará na Arena Corinthians diante do São Bento

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

13 Fevereiro 2018 | 19h22

O zagueiro Henrique fará sua estreia pelo Corinthians nesta quarta-feira, contra o São Bento, na Arena Corinthians, pela sétima rodada do Campeonato Paulista. A estreia foi confirmada no treino desta terça-feira pelo técnico Fabio Carille.

+ Corinthians aguarda exames médicos para anunciar Marllon

Além da entrada de Henrique no lugar de Pedro Henrique, o time titular terá Marquinhos Gabriel no lugar de Clayson. A mesma formação já havia sido utilizada na atividade de segunda, quando o elenco trabalhou na Arena Corinthians, que receberá seu primeiro jogo em 2018.

O jogador de 31 anos acha que a disputa por posição é saida. "Acho que todo mundo está trabalhando em busca do objetivo, que é poder ajudar. Estou me dedicando como todos os outros, me preparando para a oportunidade. Todos têm condições de jogar, é uma briga muito boa, uma briga produtiva que só tem a acrescentar ao Corinthians. Estou feliz e ansioso para fazer uma boa estreia", analisou Henrique em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira no CT Joaquim Grava.

Contratado no início do ano depois de uma saída conturbada do Fluminense (assunto que ainda prefere evitar), o defensor afirma que se adaptou rapidamente. E confessou surpresa com a boa recepção.

"Eu me senti em casa desde o primeiro dia. Esse acolhimento foi fundamental para essa adaptação ser bem rápida. Até me surpreendeu essa recepção que eu tive. Espero retribuir nos treinos e jogos", declarou.

Apesar de ser experiente, o defensor de 31 anos diz estar com frio na barriga para seu primeiro jogo pelo Timão. "Frio na barriga tem que existir sempre. É importante para nós, jogadores, ter esse frio na barriga. Mas entra em campo e já acaba. Acho que estou preparado para fazer um grande jogo", afirmou Henrique.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.