Zé Ricardo confirma mais dois desfalques para pegar o Atlético-GO

Flamengo encara time de Goiânia pela Copa do Brasil

Estadao Conteudo

23 Maio 2017 | 16h38

O técnico do Flamengo, Zé Ricardo, confirmou em entrevista coletiva nesta terça-feira, após treino no CT George Helal, na zona oeste do Rio de Janeiro, as ausências do meia Everton e do colombiano Berrío para o confronto diante do Atlético Goianiense, nesta quarta, às 21h45, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, em Goiânia. O adversário foi o mesmo do último sábado, quando o Flamengo conquistou a primeira vitória no Brasileirão (3 a 0, no Serra Dourada).

O treinador ressaltou que o jogo desta quarta será totalmente diferente e valorizou a capacidade de superação do elenco. Zé Ricardo também garantiu que a equipe rubro-negra já superou a saída precoce da Copa Libertadores, da qual o time foi eliminado ao ser derrotado por 2 a 1, de virada, para o San Lorenzo, na Argentina, na semana passada.

"São problemas que a gente sabe que estava passando, estamos preparados mesmo com as dificuldades das ausências desses atletas importantes. O grupo vai superar esse problema. A gente ainda sente a eliminação, mas faz parte do passado. O que a gente realmente quer é ter um bom rendimento, focar na nossa performance. Temos que concentrar as nossas forças naquilo que a gente precisa fazer", projetou Zé Ricardo.

O comandante confirmou a presença do peruano Paolo Guerrero na partida - o atacante não atuou em Goiânia -, mas não estabeleceu prazo para o retorno do meia Diego (que passou por uma artroscopia no joelho direito) e a estreia do argentino Darío Conca, contratado no início do ano junto ao futebol chinês e também em processo de recuperação devido a problemas no joelho.

"A gente ainda não teve os dois treinando em condições 100% para trabalhar. O que a gente imagina tem que ser materializado no dia a dia. Vamos buscar colocar em forma. Participaram hoje no início do trabalho com o grupo. A gente quer colocar os dois em 100% de condições para aproveitá-los. Estamos felizes em ter os dois em campo. Tem que pensar no Flamengo, mas também no ser humano. Para que não tenham nenhum tipo de pós lesão depois do que passaram", despistou o comandante rubro-negro, que não descartou utilizar ambos jogando juntos na equipe.

Outro desfalque para o treinador flamenguista é o atacante Gabriel, com suspeita de fratura na costela. Para o lugar dele, Zé Ricardo cogita escalar Rodinei, lateral de origem. "Rodinei já mostrou que tem capacidade de jogar um pouco mais adiantado. Conseguiu reproduzir o que estimulamos nos treinamentos. Pode atuar por ali, substituindo Gabriel", revelou Zé Ricardo.

O empate por 0 a 0 entre Flamengo e Atlético Goianiense na primeira partida entre ambos, no Maracanã, semana passada, deixa as chances de classificação bastante equilibradas. Mas o time carioca poderá se classificar até mesmo com um empate, desde que faça pelo menos um gol no campo do adversário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.