Zé Ricardo exibe otimismo após empate e projeta evolução do Flamengo

Técnico valorizou o poder de reação do time, após buscar o empate por duas vezes

Estadão Conteúdo

19 Junho 2017 | 09h10

O empate com o Fluminense por 2 a 2, no último domingo, no Maracanã, freou as pretensões do Flamengo de se aproximar mais rápido dos líderes do Campeonato Brasileiro, mas, ainda assim, o técnico Zé Ricardo ficou otimista com o que viu em campo. Ele garantiu ter aprovado a atuação do seu time e projetou evolução nas próximas rodadas do torneio - hoje, o time é o décimo colocado com 11 pontos.

"Foi um empate que buscamos no final, mas durante a partida criamos oportunidades e poderíamos ter saído daqui com a vitória. Depois do jogo de quarta-feira contra a Ponte e o empate de hoje depois de estar sendo derrotado duas vezes no placar nos dá ânimo. O poder de superação do time foi muito grande e acredito que a tendência é que as coisas melhorem. Esperamos que a torcida compareça em massa na Ilha para buscarmos a vitória sobre a Chapecoense", disse, já projetando o duelo da próxima quinta-feira com o time catarinense no Estádio Luso Brasileiro.

O empate com o Fluminense não foi fácil de ser conquistado. Afinal, o Flamengo foi ao intervalo perdendo, conseguiu a igualdade com um gol de Diego, mas voltou a ser vazado em um pênalti convertido por Henrique Dourado, quando Zé Ricardo esperava que o time iria conseguir a virada. Ainda assim, o time arrancou o empate nos acréscimos com o gol de Trauco, o que levou o treinador a destacar o espírito de luta do time.

"Imaginamos que depois do gol de empate iríamos conseguir a virada. A entrada do Conca não foi em virtude do pênalti, já estava pensada. Infelizmente aconteceu o pênalti, Thiago chegou a tocar na bola, mas ainda conseguimos empatar. No dia a dia vejo os atletas compenetrados e a confiança voltando. O ponto que conquistamos aqui vai ser importante para começar bem a semana", afirmou.

Com o time perdendo, Zé Ricardo fez duas mudanças no Flamengo no intervalo, uma delas sacando a promessa Vinicius Júnior. E Zé Ricardo evitou criticar o desempenho do jovem, apontando a sua oscilação como algo natural.

"A alternância dele é mais do que natural e esperada por nós. Começou bem a partida, quase fez o gol no primeiro minuto, mas bateu fraco. Mas o Berrío vinha em boa sequência antes da lesão, funciona bem ao lado do Rodinei, pela direita. Mas Vinicius está pronto para nos ajudar a qualquer momento. Aos pouquinhos vai pegando e já mostrou que tem qualidade para nos ajudar", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.