Assine o Estadão
assine

futebol internacional

Zidane considera 'absurda' punição ao Real por contratações

Entre os jovens irregulares estariam os quatro filhos do jogador

0

Estadão Conteúdo

16 Janeiro 2016 | 12h37

Novo técnico do Real Madrid, o ex-jogador Zinedine Zidane falou neste sábado pela primeira vez sobre a punição aplicada ao clube, e seu rival Atlético, por supostas irregularidades na contratação de jogadores menores de 18 anos. O treinador francês manifestou sua insatisfação com a sanção aplicada pela Fifa e a considerou "absurda".

A revolta de Zidane foi ainda maior porque entre os jovens considerados irregulares na base do Real pela Fifa, estão os quatro filhos do ex-jogador. "Me parece um absurdo porque passei a vida toda em Madri com a família, com meus filhos, mas acredito que as coisas vão se acertar", declarou.

As contratações dos filhos de Zidane pelo Real Madrid foram consideradas irregulares porque tratam-se de menores de idade estrangeiros. A Fifa proíbe este tipo de acordo, a não se em casos com atenuantes. O treinador e o clube espanhol acreditam que elas existem neste caso.

"O importante é que sabemos o que aconteceu e acreditamos que com o tempo as coisas vão se acertar. Tenho que pensar no futebol e me concentrar na partida de amanhã, mas acreditando que na semana que vem as coisas se acertarão", disse Zidane, mirando o duelo deste domingo com o Sporting Gijón, pelo Campeonato Espanhol.

A punição aplicada pela Fifa impede que Real e Atlético de Madrid contratem reforços nas próximas duas janelas para transferências, mas permite que acertem com jogadores na atual. Por isso, os rivais devem concentrar sua forças para atrair novos nomes nos próximos dias.

Do lado madrilenho, os rumores dão conta de uma possível investida por Paul Pogba, da Juventus. "Ele é um grande jogador, extraordinário, mas me concentro no meu elenco e são esses os jogadores que vão me permitir ganhar títulos ao fim da temporada", despistou Zidane.

Comentários