Pierre-Philippe Macou/AFP
Pierre-Philippe Macou/AFP

Zidane quer apoio da torcida do Real no duelo com Atlético pela Liga dos Campeões

Francês rechaça favoritismo no duelo, valorizando o crescimento do adversário no cenário europeu nos últimos anos

Estadao Conteudo

01 Maio 2017 | 12h34

O técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, enfatizou, em entrevista coletiva nesta segunda-feira, a importância de ter o apoio dos torcedores na primeira partida da semifinal da Liga dos Campeões, nesta terça-feira, às 15h45 (horário de Brasília), no estádio Santiago Bernabéu, contra o Atlético de Madrid. O treinador também rechaçou o favoritismo no duelo, valorizando o crescimento do adversário no cenário europeu nos últimos anos.

"A torcida é um plus, como sempre. Necessitamos deles. É uma semifinal, sabemos o que temos que fazer, mas o público do Bernabéu é um plus para a equipe. Para o Atlético e para nós, é uma eliminatória diferente das anteriores. É uma semifinal com duas partidas. Não podemos viver do passado. Agora é diferente e todos vamos fazer o possível para passar à final", ressaltou Zidane.

O treinador francês destacou que considera a semifinal equilibrada - com 50% de possibilidades para as equipes - e frisou a evolução do rival que nas últimas três temporadas, disputou duas finais da Liga - duas derrotas para o próprio Real.

"O Atlético é uma equipe que nos últimos quatro ou cinco anos está muito bem e a cada ano melhora. É uma equipe que nos coloca sempre em dificuldades, como muitas equipes. A força que tem é (o fato de) nunca cruzar os braços, aconteça o que acontecer. Luta, conhece as suas armas e as utiliza da melhor maneira. Dito isso, vamos ver amanhã (terça) porque temos as nossas armas e vamos pensar na nossa partida", projetou Zidane.

O comandante do Real Madrid revelou que, apesar de os adversários já se conhecerem muito bem, ele não deverá usar uma estratégia diferente superar o rival. E reconheceu que os jogadores estão ansiosos para a disputa, apesar de ser um grupo acostumado com decisões.

"Nós nos conhecemos muito bem e não vamos inventar nada. Preparamos muito bem a parda e estamos prontos para jogar. Nunca se sabe o que vai acontecer antes de uma partida. Outro dia, falei sobre a ansiedade porque era uma sensação. Mas é normal. Não só os jogadores do Real a tem. Todos os jogadores têm um pouco de ansiedade quando chega o final da temporada", avaliou o francês Zinedine Zidane.

O técnico também elogiou o brasileiro Marcelo, destacando a importância do jogador da seleção nacional para o elenco. Zidane citou o lateral-esquerdo como uma das armas dele para bater o Atlético de Madrid e conquistar a Liga dos Campeões.

"Sabemos a importância do Marcelo. Chega no melhor momento da carreira. Não vive do passado, vive do que está fazendo. Sempre quer mais e ajudar a equipe. O que está fazendo ultimamente demonstra que é um grande jogador", finalizou Zidane.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.