1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Zúñiga diz que não tinha a intenção de machucar Neymar

Paulo Favero - Enviado especial a Fortaleza - O Estado de S. Paulo

04 Julho 2014 | 21h 39

Lateral colombiano afirma que joelhada ocorreu em um lance de marcação. 'Dentro de campo, temos que jogar com firmeza'

Atualizada às 22h15

O lateral colombiano Camilo Zúñiga, que deu uma joelhada nas costas de Neymar, afirmou que não teve intenção de machucar o atacante brasileiro. O jogador, entretanto, precisou ser substituído automaticamente, sofreu uma fratura em uma das vértebras da região lombar e está fora da Copa do Mundo.

"Nunca tive a intenção de machucá-lo. Dentro de campo, temos que jogar com firmeza, mas nunca com a intenção de machucar um jogador", disse Zúñiga, que não levou cartão amarelo pelo lance."(A joelhada acontece) em uma jogada em que vou marcá-lo. Estava ali para defender a camisa do meu país. Infelizmente, isso aconteceu, e espero que ele se recupere logo." Ele ainda espera que Neymar aceite suas desculpas.

Nilton Fukuda/Estadão
Zuñiga acerta Neymar com uma joelhada nas costas

Zúñiga justifica a dureza do lance pela necessidade da Colômbia em buscar o gol - sua equipe perdia por 2 a 1. "Queríamos marcar um gol, a partida estava dura. O Brasil também estava jogando forte. Espero que não seja nada grave, vou pedir a Deus. Ele é um grande talento do Brasil e do mundo."

O colombiano preferiu se esquivar de polêmicas na zona mista, mas, em pouco tempo, logo depois que foi anunciado que Neymar estava fora da Copa por causa de uma lesão na vértebra, sua conta no Instagram teve mais de 28 mil acessos, principalmente de torcedores revoltados com a entrada faltosa.

Os mais exaltados ainda ameaçavam Zúñiga, que deve voltar para seu país, junto com a delegação colombiana, na madrugada deste sábado.

Copa 2014