Agassi perde para Benjamin Becker e encerra carreira

O tênis mundial virou mais uma página de sua história neste domingo. Andre Agassi, ao perder por 3 sets a 1 para o alemão Benjamin Becker (parciais de 7/5, 6/7 (4), 6/4 e 7/5), pela terceira rodada do US Open, encerrou sua vitoriosa carreira como tenista profissional. Chorando bastante, o norte-americano saiu da quadra após cerca de cinco minutos de constante aplauso dos torcedores. No discurso para a torcida, ele só agradeceu. "Realizei muitos sonhos, foi um sonho jogar esse esporte. Durante 21 anos encontrei em vocês (torcedores) a inspiração, a honra e a generosidade. Consegui dignidade e respeito de todos. Obrigado." A partida foi dura para o agora ex-tenista, que sente dores nas costas provocadas por uma inflamação no nervo ciático, o que lhe fazia tomar antiinflamatórios para garantir que jogasse. Sob um céu claro e sol intenso, ele perdeu o primeiro set, conseguiu vencer o segundo e batalhou nos dois seguintes. Mas não evitou a vitória do adversário. O torneio estava sendo difícil para o norte-americano (21.º vez consecutivamente). Ele já teve dificuldades para passar pelo cipriota Marcos Bagdhatis, na rodada anterior, em cinco sets, num jogo emocionante. Até foi beneficiado pelo adiamento do jogo de sábado para domingo (devido à chuva), o que lhe deu mais tempo para se recuperar. Agassi encerra sua carreira com os seguintes números: 60 títulos, sendo vice-campeão 30 vezes, o que contabiliza 90 finais. Foram oito títulos de Grand Slam, com dois do US Open (onde ganhou 79 jogos e perdeu 18), o mesmo torneio que marcou o final de sua carreira. O algoz Becker, 112 do mundo e que veio do qualifying no torneio, enfrentará o vencedor do jogo entre o espanhol Fernando Verdasco e o americano Andy Roddick.

Agencia Estado,

03 Setembro 2006 | 15h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.