1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Almaty, Pequim e Oslo são finalistas aos Jogos de 2022

AE-AP - Agência Estado

07 Julho 2014 | 09h 25

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou oficialmente nesta segunda-feira que Pequim, na China, Oslo, na Noruega, e Almaty, no Casaquistão, são as finalistas na briga para sediar os Jogos de Inverno de 2022. As três cidades acabaram sendo as únicas remanescentes nesta disputa após a desistência de uma série de candidatas a abrigar o grande evento.

O Comitê Executivo do COI revelou as finalistas depois de seus representantes terem se reunido em Lausanne, na Suíça, onde a entidade também informou que agora as cidades deverão entregar até janeiro todos os detalhes dos seus cadernos de obrigações de suas respectivas candidaturas. A sede do evento será eleita em 31 de julho de 2015, em Kuala Lumpur, na Malásia.

A disputa para abrigar os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022 começou com seis cidades como possíveis candidatas, mas esse número se reduziu pela metade com as desistências de Estocolmo (Suécia), Cracóvia (Polônia) e Lviv (Ucrânia).

O futuro da candidatura de Oslo, por sua vez, permanece incerto. O governo norueguês ainda vai decidir se irá apoiar a cidade, depois de partidos do país terem se manifestado contra a realização do evento na nação.

Depois da reunião realizada nesta sexta na Suíça, o presidente do COI, Thomas Bach, destacou que "Oslo, Almaty e Pequim demonstraram potencial para abrigar os Jogos de Inverno com êxito", assim como enfatizou que a entidade "está muito feliz em ver três abordagens muito diferentes em relação à organização dos Jogos". "Isso dá ao COI a opção entre três candidaturas diversas, com planos de legado diferentes, com abordagens diferentes, com orçamentos diferentes", apontou.

A cidade eleita sede dos Jogos de 2022 irá suceder PyeongChang, na Coreia do Sul, que será palco da Olimpíada de Inverno de 2018.