1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Após cinco anos, Avaí anuncia o retorno do técnico Silas

- Atualizado: 30 Março 2016 | 14h 59

Técnico chega para substituir Raul Cabral

Após seis derrotas consecutivas, o Avaí apostou em um velho conhecido para acabar com a má fase deste início de temporada. Nesta quarta-feira, a diretoria do clube anunciou a contratação do técnico Silas para o lugar de Raul Cabral, cinco anos após a última passagem do ex-jogador pelo time catarinense.

A contratação de Silas foi anunciada pelo presidente do Avaí, Nilton Macedo Machado, e pelo diretor de esportes, Marcelo Gonçalves. De acordo com eles, o novo treinador será apresentado oficialmente à imprensa nesta quinta.

Novo treinador já estará no comando da equipe domingo
Novo treinador já estará no comando da equipe domingo

Silas chega ao comando do Avaí para tentar mudar o péssimo início de temporada do clube. Sob o comando de Raul Cabral, a equipe foi eliminada logo na primeira fase da Copa Sul-Minas-Rio e faz péssima campanha no segundo turno do Campeonato Catarinense. Após ser a segunda colocada da primeira fase, é a lanterna da segunda, sem somar pontos após cinco jogos, e corre risco de rebaixamento.

Esta será a terceira passagem de Silas pelo Avaí. Na primeira, conquistou o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro em 2008, foi campeão catarinense em 2009 e terminou o Brasileirão daquele ano na sexta posição. Depois, em 2011, voltou ao clube e o levou às semifinais da Copa do Brasil, na qual caiu diante do Vasco, que seria campeão.

O retrospecto de Silas no Avaí é tão bom que até o meia Marquinhos, grande ídolo do elenco, pediu publicamente sua contratação. Além do clube catarinense, o treinador já trabalhou no Grêmio, Flamengo, Ceará, entre outros. Como jogador, se destacou com a camisa do São Paulo nos anos 80.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX