Wilton Junior/Estadão - 3/8/2016
Wilton Junior/Estadão - 3/8/2016

Após ficar um ano sem clube, Ana Cláudia Lemos acerta com Pinheiros

Velocista festeja 'oportunidade incrível' de representar o clube paulista

Nathalia Garcia, O Estado de S. Paulo

29 Maio 2017 | 20h43

Um ano depois de seu desligamento do Clube de Atletismo BM&F Bovespa (chamado atualmente de B3 Atletismo), Ana Cláudia Lemos passa a integrar a equipe de atletismo do Esporte Clube Pinheiros. Recordista brasileira nos 100 m e nos 200 m, a velocista acertou seu vínculo com o clube paulista até o fim do ano.

"É uma oportunidade incrível. O Pinheiros tem grande tradição não apenas no atletismo. Estou muito feliz com a oportunidade de ter uma estrutura como a do Pinheiros, que tem uma pista de atletismo dentro do clube e toda a estrutura necessária para o atleta desenvolver um bom trabalho", festejou Ana Cláudia, que será apresentada oficialmente na próxima semana.

Em maio de 2016, a atleta brasileira teve o seu contrato rescindido com o clube de São Caetano do Sul após testar positivo para o anabolizante Oxandrolona em exame antidoping fora de competição. A defesa provou que houve contaminação cruzada de um medicamento e Ana Cláudia cumpriu pena de cinco meses por "negligência".

A velocista viajou com a delegação brasileira para os Jogos Olímpicos do Rio, mas uma lesão no joelho direito a tirou da disputa. Desde que se recuperou, no início de janeiro, tem treinado no Núcleo de Alto Rendimento (NAR), na zona Sul de São Paulo. Chegou a conversar com o Pinheiros no ano passado, mas "deixou o tempo falar para esclarecer algumas coisas" até chegar ao acerto.

"Minha ideia é ir ao clube Pinheiros duas vezes por semana e ao NAR três vezes. Foi o lugar que me acolheu, principalmente no ano passado, ano em que eu mais precisei. Não podia virar as costas para o NAR. É um lugar que tem ótima estrutura e faço bom proveito", disse ao Estado.

A primeira competição de Ana Cláudia no ano será o Troféu Brasil de Atletismo, de 9 a 11 de junho. Ela vem se preparando para disputar os 100 metros e o revezamento 4 x 100 m. Devido ao período de afastamento no período olímpico, a velocista tirou a prova dos 200 metros de seu calendário em 2017. "Diante de tudo o que passei, todos os obstáculos, chegar na minha melhor marca já seria um grande feito para esse ano", projetou.

 

Mais conteúdo sobre:
Atletismo Ana Claudia Lemos Pinheiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.