1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Bombeiros não autorizaram festa tradicional no Rio

Clarissa Thomé - O Estado de S. Paulo

11 Junho 2014 | 13h 51

Ambulâncias e posto médico precisam ser providenciados para que festa seja liberada, organização espera um grande público nos jogos

 A mais tradicional festa de rua em tempos de Copa, a da Rua Alzira Brandão, na zona norte, ainda não recebeu autorização do Corpo de Bombeiros para ser realizada. Os organizadores precisam providenciar duas ambulâncias particulares e um posto médico. Trinta mil pessoas são esperadas no local.

"A exigência é uma determinação da legislação de segurança do estado, que se aplica a todos os eventos com reunião de público, com o objetivo de garantir a segurança dos presentes. O cumprimento é de inteira responsabilidade dos organizadores", informou, em nota, a assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Defesa Civil e Corpo de Bombeiros.

A Turma do Alzirão, que organiza o evento desde 1978, fez um apelo ao governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) para que ceda as ambulâncias e providencie o posto médico. Eles alegam que é a primeira vez que os Bombeiros fazem exigência de instalação de um posto médico, estrutura cara que precisa ser montada e desmontada em cada jogo do Brasil – dias em que a festa ocorre.

Na primeira festa, um grupo de amigos instalou uma tevê na calçada para acompanhar os jogos. O local passou a atrair público cada vez maior. Nas últimas edições, foram montados palcos, onde ocorrem apresentações de grupos de pagodes e escolas de samba. Para a décima edição da festa está prevista a instalação de um telão de 24 metros quadrados, o dobro daquele usado na copa de 2010.

Copa 2014