Boxe: Oscar de la Hoya é campeão dos super-meio-médio

O ?Golden Boy? Oscar de la Hoya voltou a lutar depois de 20 meses e chegou a seu nono título em seis categorias. Agora é campeão super-meio-médio (69,853 kg) do Conselho Mundial de Boxe, depois do nocaute no sexto assalto sobre o nicaragüense Ricardo Mayorga no sábado, em Las Vegas. O norte-americano de 33 anos - também promotor de boxe - descansará com a família em Porto Rico, antes de decidir sobre sua próxima luta, que seria em setembro. Brasileiro fatura medalha de bronze Pedro Lima, o ?Peu?, foi prata dos 69 kg da III Olimpíada Del Deporte Cubano, em Havana, que teve a equipe brasileira completa (dez atletas), mais dois juvenis. O ouro foi do cubano Erisland Lara, campeão mundial na China/2005, que venceu o brasileiro por 12 a 4. Cuba teve 11 ouros, oito pratas e oito bronzes; China, uma prata e cinco bronzes; o Brasil, uma prata e quatro bronzes (Helder Oliveira, 51kg; James Dean, 54 kg; Washington Silva, 81kg, e Rafael Lima, 91kg). Washington não lutou por vaga na final porque quebrou a mão. Nesta segunda-feira consulta Alvarez Cambras, um dos maiores cirurgiões de mão do mundo. Será decidido se nova cirurgia será feita em Havana mesmo.

Agencia Estado,

07 Maio 2006 | 18h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.